Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Ministro da Saúde diz que país está perdendo a batalha contra a dengue

Loading...

GERAL

Ministro da Saúde diz que país está perdendo a batalha contra a dengue

YALA SENA
TERESINA, PI (FOLHAPRESS) - O ministro da Saúde, Marcelo Castro, afirmou nesta sexta-feira (22) que o país está perdendo a batalha contra o mosquito Aedes aegypti.
Ao participar de um seminário da Fiocruz (Fundação Osvaldo Cruz), em Teresina (PI), o ministro ressaltou que, se a população não participar do combate ao mosquito, a sociedade entra numa "batalha derrotada".
"Esse mosquito está convivendo com a gente há pelo menos uns 30 anos e, infelizmente, nós estamos perdendo a batalha para ele", disse Marcelo Castro, ao apresentar o Plano Nacional de Enfrentamento ao Aedes e à Microcefalia para gestores e profissionais da saúde no Piauí, sua terra natal.
Para o ministro, há risco de se criar uma geração que ele chamou de "sequelados", caso não haja a participação dos moradores no combate ao mosquito.
"Não podemos perder essa guerra. Se não, teremos uma geração de sequelados e seremos responsabilizados pela história por não termos nos mobilizado para vencer esse problema", disse.
Segundo Castro, no ano passado o país registrou o maior número de casos de dengue: 1 milhão e 600 mil. Foram mais de 800 mortes devido à doença.
Para ele, a situação se agravou, pois, além de provocar a dengue e a chikungunya, o mosquito transmite a zika, que tem relação com o aumento de casos de microcefalia, má-formação cerebral, em bebês.
"Enquanto tínhamos uma media de 150 casos de microcefalia por ano no país, de outubro para cá já são 3.893 casos notificados suspeitos de microcefalia. É uma verdadeira epidemia que temos de evitar para não ter uma geração de pessoas com deficiência ou transtornos."
Marcelo Castro disse que o Ministério da Saúde busca com laboratórios estrangeiros desenvolver a vacina contra a zika. Segundo ele, dois terços dos criadouros do mosquito são encontrados em casas.
Ao ser questionado por repórteres que acompanhavam o evento sobre uma possível perda de prestígio com a presidente Dilma, o ministro foi seco na resposta e disse que a informação não era verdadeira.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

22/02/2017 - 09h32

OBITUÁRIO

APUCARANA 22/02

MARIA DE FATIMA DA SILVA, 63 anos

APUCARANA 21/02

CARLOS FRANCISCO DA SILVA, 57 anos
JECYR MASTRO, 91 anos
DULCINEIA RODRIGUES, 37 ANOS
MARIA DE FÁTIMA DA SILVA, 63 ANOS

IVAIPORÃ
ADON SCHMIDT DE OLIVEIRA, 63 ANOS

MEGA SENA

CONCURSO 1905 · 21/02/2017

29 35 43 54 56 57