Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Com prejuízo de R$ 93 mi por chuvas, Londrina adia início de aulas

Loading...

GERAL

Com prejuízo de R$ 93 mi por chuvas, Londrina adia início de aulas

MARCELO TOLEDO
RIBEIRÃO PRETO, SP (FOLHAPRESS) - Vigas quebradas, muros e paredes com rachaduras, rede elétrica danificada, canos estourados e banheiros, salas de aula e refeitórios interditados. Com 78 das 114 unidades escolares afetadas pelas chuvas, a Prefeitura de Londrina (PR) adiou o início das aulas na rede municipal.
Para recuperar todos os estragos provocados na cidade, a administração prevê gastos de R$ 93 milhões, dos quais R$ 17 milhões na área da educação.
Antes previstas para começar no dia 29 deste mês, as aulas só serão iniciadas em 11 de fevereiro, segundo a secretária da Educação de Londrina, Janet Thomas. "Estou com quatro escolas interditadas. As chuvas afetaram 171 salas de atendimento, como bibliotecas, salas de informática e as salas de aula", disse a secretária à reportagem.
O problema afeta cerca de 25 mil alunos. Desse total, 9 mil crianças estão sem salas de aula, o que forçou o adiamento do reinício das aulas em seis dias letivos. O feriado prolongado do Carnaval, no início de fevereiro, contribuiu para que o prejuízo em dias letivos não fosse maior.
De acordo com a secretária, as escolas são térreas, grandes e foram feitas sobre locais aterrados, que ficaram encharcados com o grande volume de água e apresentaram rachaduras.
A prefeitura decretou estado de emergência no último dia 12, depois de, em um intervalo de apenas 24 horas, a cidade ter registrado 274 milímetros de chuva no dia anterior.
"Todos conhecem alguém que teve a casa rachada com as chuvas na cidade", disse Thomas.
Além dos problemas provocados na rede de ensino, Londrina teve 32 pontes derrubadas pela força das águas na zona rural, afetando o transporte escolar. Represas menores, em fazendas, estouraram, agravando a inundação no campo.
A reorganização escolar deve ser concluída até o dia 11, segundo a secretária, mas nem todas as obras serão feitas até lá. Locais interditados serão isolados com tapumes para minimizar o problema.
EXÉRCITO
De acordo com a Prefeitura de Londrina, cerca de 30 homens do Exército deverão ser enviados para o município para auxiliar nos reparos dos estragos causados pela chuva do dia 11.
Eles deverão instalar uma ponte provisória na transposição do rio Taquara. Antes disso, uma balsa inflável com capacidade de transportar 15 toneladas deve ser usada para o transporte de pessoas e veículos.
Ela auxiliará o deslocamento de moradores de distritos da cidade que estão isolados há mais de uma semana.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 09/12

HELENA CORREA DE ANDRADE, recém-nascida

MAUÁ DA SERRA 09/12

CLAUDENIR COELHO SOARES, 35 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1883 · 07/12/2016

16 27 28 47 59 60