Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Líder supremo do Irã pede cautela com potências após cumprir acordo nuclear

Loading...

GERAL

Líder supremo do Irã pede cautela com potências após cumprir acordo nuclear

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, pediu nesta terça-feira (19) que se mantenha a vigilância para assegurar que as potências mundiais cumpram seus compromissos no acordo nuclear recém-implementado.
Em suas primeiras declarações públicas desde a revogação das sanções internacionais devido ao programa nuclear de Teerã, a autoridade máxima do país também expressou pessimismo em relação às intenções americanas.
Em carta enviada ao presidente Hasan Rowhani e publicada pela mídia estatal, ele pediu ao governo que "tenha cautela até que o outro lado coloque em prática seus compromissos", em referência às potências internacionais.
"Reitero a necessidade de se manter atentos sobre o engano e a traição de países arrogantes, especialmente os EUA, neste assunto e nos outros. Os comentários feitos por alguns políticos americanos são suspeitos", disse.
Khamenei aludia às críticas dos republicanos, adversários do presidente americano, Barack Obama. Eles tentam desde julho minar o acordo nuclear no Congresso por considerar que Teerã não se comprometeria a cumpri-lo.
Outro motivo de preocupação é a continuidade do pacto após 2017, quando Obama deixar a Casa Branca. Diversos pré-candidatos republicanos já afirmaram que pretendem derrubar o acordo assim que assumirem.
ACORDO NUCLEAR
Para Ali Khamenei, o Irã pagou um preço muito alto para concluir o acordo. A República Islâmica se comprometeu a reduzir seu estoque de material atômico, de instalações e centrífugas destinadas ao enriquecimento de urânio.
No sábado (16), a Agência Internacional de Energia Atômica anunciou que o Irã cumpriu por completo a primeira etapa de redução do seu material nuclear. Por isso, Estados Unidos e União Europeia retiraram parte das sanções.
Horas antes, Irã e Estados Unidos fizeram uma troca de prisioneiros. Dentre os americanos libertados pela República Islâmica, estava o jornalista Jason Rezaian, que havia sido condenado por espionagem.
No dia seguinte, porém, os EUA anunciaram sanções sobre 11 indivíduos e empresas envolvidos no fornecimento de tecnologia usada em um teste de mísseis balísticos realizado pelo Irã em outubro. As novas punições foram condenadas por Teerã.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 05/12

YOSHIMATSU NIKI, 99 anos

SULINA ANTONIA DA SILVA, 82 anos

JOSE BECEL, 80 anos

APUCARANA 04/12

ONOFRE CIUFFI, 78 anos
TEREZINHA ARAUJO SOARES, 69 anos
ANGELINA MENEO PALUSSIO, 91 anos 
DIONISIO REMES, 60 anos
NATIMORTO, 0 anos
LINDOLFO HEINZ, 72 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1882 · 03/12/2016

09 10 19 35 37 41