Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Governo federal divulga bolsas disponíveis para o Prouni; confira

Loading...

GERAL

Governo federal divulga bolsas disponíveis para o Prouni; confira

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O Ministério da Educação divulgou nesta segunda-feira (18) as bolsas disponíveis para a primeira edição do Prouni 2016, programa federal que concede benefícios para o aluno de baixa renda cursar o ensino superior.
As vagas podem ser consultadas no em site específico do Prouni a partir do nome da instituição, do curso ou da cidade desejada.
A graduação de medicina, por exemplo, está disponível em 82 municípios. Na cidade de São Paulo, há 48 bolsas para o curso, distribuídas em seis instituições de ensino.
No ano passado, o Prouni de início de ano ofertou um total de 213.113 bolsas, entre integrais e parciais (50% de desconto). O MEC ainda não divulgou o número total de vagas disponíveis nesta edição.
INSCRIÇÃO
Estudantes de baixa renda podem solicitar uma bolsa do Prouni a partir desta terça (19). Para isso, o aluno deve cumprir alguns requisitos: ter feito o Enem 2015; ter cursado todo o ensino médio na rede pública ou bolsista integral em escola privada; não ter diploma de ensino superior e renda familiar mensal per capita de até três salários mínimos (R$ 2.640).
O critério de renda, entretanto, não se aplica a professores da rede pública que desejam obter a bolsa para estudar em curso de licenciatura.
As inscrições começam um dia depois da divulgação do resultado do Sisu 2016, sistema de seleção unificada para instituições públicas.
No Prouni, o prazo se encerra no dia 22 de janeiro. A oferta de bolsas terá duas chamadas: a primeira será divulgada em 25 de janeiro e a segunda, no dia 12 de fevereiro.
Após essa etapa, o aluno deve procurar a instituição de ensino escolhida e comprovar as informações prestadas no site do programa. Se não selecionado, pode indicar interesse em participar da lista de espera, no período entre 26 e 29 de fevereiro.
A exemplo do Sisu, o candidato indica duas opções de graduação e, ao longo do processo, pode checar a nota de corte no curso indicado.
MATRÍCULAS
No "Diário Oficial da União" desta segunda foram divulgadas as matrículas das redes estaduais e municipais de todo o país no ano passado. A apuração é necessária para determinar a distribuição de recursos do Fundeb, fundo nacional de financiamento da educação básica.
Ao todo, as duas redes registraram um total de 38,6 milhões de matrículas, desde a creche ao ensino médio. Esse número vem registrando queda em anos sucessivos: em 2014, o número total foi de 39,6 milhões e, em 2013, o montante era de 40,3 milhões.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 08/12

ÂNGELO RODRIGUES, 70 anos

CALIFÓRNIA
ENACIR MARIA CARDOSO, 53 anos

JANDAIA DO SUL 08/12

MARIA DO ROSARIO DE SOUZA BORGES, 50 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1883 · 07/12/2016

16 27 28 47 59 60