Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Opas emite novo alerta sobre zika com aumento de casos de síndrome rara

Loading...

GERAL

Opas emite novo alerta sobre zika com aumento de casos de síndrome rara

NATÁLIA CANCIAN
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A Opas (Organização Pan-Americana de Saúde), vinculada à Organização Mundial de Saúde, emitiu um novo alerta aos seus Estados-membros devido ao aumento de casos de síndrome de Guillain-Barré, uma síndrome rara que gera fraqueza muscular e pode levar à paralisia.
No comunicado, divulgado nesta segunda-feira (18), a organização orienta os países a reforçarem a vigilância para detecção e confirmação de casos de infecção pelo vírus zika.
Hoje, 18 países têm casos autóctones (transmitidos no local) de infecção pelo zika, segundo boletim atualizado da Opas: Brasil, Barbados, Colômbia, Equador, El Salvador, Guatemala, Guiana, Guiana Francesa, Haiti, Honduras, Martinica, México, Panamá, Paraguai, Porto Rico, São Martinho, Suriname e Venezuela.
Destes, 14 tiveram casos locais detectados nos últimos três meses, o que evidencia a expansão do vírus. Recentemente, autoridades de saúde dos Estados Unidos confirmaram que o país registra casos importados (contraídos em outros países) de infecção pelo vírus.
O comunicado da organização também cita estudos que apontam a relação entre os casos recentes da síndrome de Guillain-Barré e infecções anteriores pelo vírus zika.
No Brasil, análise de amostras de sete pacientes de Pernambuco com a síndrome confirmaram a infecção por zika. Outro estudo, feito na Bahia, mostrou que, de 42 pacientes atendidos, 26 relataram sintomas anteriores do vírus, como febre baixa, manchas vermelhas no corpo e coceira.
Segundo a Opas, outros países da região também já começam a investigar um aumento de casos de Guillain-Barré. O aumento é observado desde dezembro em El Salvador, quando houve 46 casos, incluindo duas mortes. Antes, o país registrava uma média de apenas 14 casos da síndrome por mês.
Outra evidência vêm da Polinésia Francesa, um dos primeiros países a registrar uma epidemia de zika. Lá, 74 pacientes apresentaram síndromes neurológicas ou autoimunes após terem sintomas compatíveis com o zika. Destes, 42 foram classificados como Guillain-Barré.
Para a Opas, os achados "são consistentes com uma ligação temporal e espacial entre a circulação do vírus zika e o aumento de Síndrome de Guillain Barré". "Embora a patogênese (surgimento e evolução da doença) e fatores de risco associados ainda não tenham sido bem estabelecidos, é importante que os Estados-Membros implementem sistemas de vigilância para detectar aumentos incomuns em casos e preparar os serviços de saúde para o atendimento de pacientes com problemas neurológicos", informa.
ALERTA NA SAÚDE
A partir desses dados, a Opas recomenda que os países preparem os serviços de saúde para responderem a um aumento na demanda por atendimento especializado em casos como da síndrome de Guillain-Barré.
A organização sugere ainda que sejam incluídos na vigilância possíveis casos de outras doenças neurológicas, como síndrome de Fischer, encefalites e meningoencefalites, entre outras. "Embora na região das Américas essas síndromes não tenham sido relatadas até o momento, serviços e profissionais de saúde devem estar alertas para suas possíveis ocorrências", diz o comunicado.
Países também devem fortalecer a oferta de consultas durante o pré-natal diante do risco de complicações ao bebê, como a microcefalia, além de continuarem a realizar ações para reduzir a presença do mosquito transmissor do vírus zika.
A organização recomenda que os países aumentem a vigilância de casos de microcefalia e outras anomalias congênitas (transmitidas de mãe para filho). A organização recomenda ainda que bebês com a condição sejam avaliados por equipes médicas qualificadas "para verificar o alcance dos danos neurológicos, assim como detectar outras anomalias possíveis".

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

ARAPONGAS 06/12

VICTOR FUGANTI, 94 ANOS

ANTÔNIO JACOMETO, 81 ANOS

GUILHERME GONÇALVES SOARES, 17 ANOS

APUCARANA 05/12

APUCARANA YOSHIMATSU NIKI, 99 ANOS
JOSÉ BECEL, 80 ANOS
SULINA ANTÔNIO DA SILVA, 82

MEGA SENA

CONCURSO 1883 · 07/12/2016

16 27 28 47 59 60