Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Estado Islâmico mata mais de cem e sequestra 400 na Síria, diz ONG

Loading...

GERAL

Estado Islâmico mata mais de cem e sequestra 400 na Síria, diz ONG

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O grupo radical Estado Islâmico matou mais de cem pessoas e sequestrou ao menos 400 civis em combates na cidade de Deir Ezzor, no leste da Síria, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).
"Entre os sequestrados, todos eles sunitas, há mulheres, crianças, famílias e combatentes pró-regime", disse o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman.
Neste sábado (16), o Estado Islâmico lançou uma grande ofensiva em vários setores de Deir Ezzor. Os militantes do grupo mataram 85 civis e 50 combatentes favoráveis ao regime do ditador Bashar al-Assad, a maioria executados, segundo a mesma ONG. Fontes do regime sírio elevam o número de vítimas dos combates para 280.
Os enfrentamentos continuaram neste domingo (17) no noroeste da cidade. Segundo a organização, o grupo radical conquistou cerca de 60% da cidade - o aeroporto militar próximo continua sob o controle das tropas do regime.
Após os combates, os militantes do EI sequestraram cerca de 400 civis em Al Bughayliyah, a periferia a noroeste de Deir Ezzor, e nos arredores. Eles foram levados a regiões sob poder do EI na província de mesmo nome e na vizinha Raqa.
Al Bughayliyah é palco de violentos enfrentamentos entre os combatentes do EI e os soldados do governo sírio e milícias leais a ele, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos. O regime sírio está levando reforços militares, munição e armamento a esta região para recuperá-la.
Rahman disse temer que o EI execute os homens e converta as mulheres em escravas sexuais, como já fez no passado.
O EI proclamou no final de junho de 2014 um califado em áreas conquistadas na Síria e no Iraque. No mês seguinte, avançou pela província de Deir Ezzor, fronteiriça com o território iraquiano, e conseguiu domínio quase total da região.
Desde o início do conflito, em 2011, 260 mil pessoas morreram na Síria e milhares foram deslocadas ou exiladas.
Após várias tentativas frustradas de resolver o conflito, a ONU tentará novamente reunir o regime e a oposição no dia 25 de janeiro, na Suíça, para negociar um cessar-fogo e uma transição pacífica.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

22/02/2017 - 09h32

OBITUÁRIO

APUCARANA 22/02

MARIA DE FATIMA DA SILVA, 63 anos

APUCARANA 21/02

CARLOS FRANCISCO DA SILVA, 57 anos
JECYR MASTRO, 91 anos
DULCINEIA RODRIGUES, 37 ANOS
MARIA DE FÁTIMA DA SILVA, 63 ANOS

IVAIPORÃ
ADON SCHMIDT DE OLIVEIRA, 63 ANOS

MEGA SENA

CONCURSO 1905 · 21/02/2017

29 35 43 54 56 57