Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

População distingue "muito bem" manifestante de vândalo, diz Alckmin

Loading...

GERAL

População distingue "muito bem" manifestante de vândalo, diz Alckmin

VENCESLAU BORLINA FILHO, ENVIADO ESPECIAL
AMERICANA, SP (FOLHAPRESS) - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou nesta sexta-feira (15) que a população distingue "muito bem" manifestação, liberdade de expressão e um protesto legítimo de quem destrói o patrimônio. "Quem comete esse tipo de crime tem de ser preso", disse.
O governador se referiu aos problemas ocorridos no final da manifestação desta quinta (14), quando 'black blocs' depredaram duas estações de metrô. Nove pessoas foram presas. Houve danos nas estações Consolação e Butantã do metrô. Nesta última, um homem foi detido após acionar o freio de emergência de um dos trens.
O governador e o secretário negaram problemas na dispersão dos manifestantes. "Diferente do protesto anterior, o trajeto foi acertado, apesar de duas horas antes. A polícia agiu bem e só no finalzinho teve problemas", disse Alckmin.
Ele classificou como "inadmissível" o freio de emergência do trem ter sido acionado. "A cidade pertence a todo mundo, ainda mais São Paulo, que tem 12 milhões de pessoas. Precisa ter regras [para manifestações]", afirmou.
Alckmin disse ainda que o MPL (Movimento Passe Livre), que organiza os protestos, poderá ser responsabilizado pelos danos causados aos patrimônios público e privado nas manifestações realizadas nesta semana.
Para o secretário da segurança, o maior problema está nos criminosos infiltrados. "O problema não está nem na manifestação, nem na dispersão. O problema está nos criminosos infiltrados na manifestação", disse.
Ele fez críticas ao MPL em relação às manifestações anteriores, mas elogiou a atuação do grupo nesta quinta. "Ontem [quinta], o MPL cumpriu a Constituição e aquele pequeno grupo de baderneiros, criminosos, foi preso", disse.
Apesar das críticas, Moraes afirmou que a acusação de que criminosos agem durante a manifestação não pode ser generalizada. "Eram 4 mil pessoas em duas manifestações, e apenas um pequeno grupo causou as depredações."
"Vamos garantir a liberdade de todos aqueles que querem se manifestar. Agora, a Constituição traz duas exigências que têm de ser respeitadas, que não é usar armas e avisar as autoridades com antecedência do trajeto", disse o secretário.
O governador e o secretário estiveram em Americana no início da tarde para inaugurar a nova sede do Instituto de Criminalística e do IML (Instituto Médico Legal) da região, que era uma demanda antiga dos prefeitos locais.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 09/12

HELENA CORREA DE ANDRADE, recém-nascida

MAUÁ DA SERRA 09/12

CLAUDENIR COELHO SOARES, 35 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1883 · 07/12/2016

16 27 28 47 59 60