Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

STF suspende reintegração de posse da Vila Soma, no interior de São Paulo

Loading...

GERAL

STF suspende reintegração de posse da Vila Soma, no interior de São Paulo

VENCESLAU BORLINA FILHO, ENVIADO ESPECIAL
SUMARÉ, SP (FOLHAPRESS) - O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski determinou na noite desta quarta a suspensão da ordem de reintegração de posse Vila Soma, uma ocupação em um terreno de uma empresa falida em Sumaré (a 118 km de São Paulo). A ação estava marcada para domingo (17). A área de um milhão de metros quadrados é ocupada por mas de duas mil famílias, de acordo com informações do processo.
O presidente do Supremo concedeu uma liminar (decisão provisória), atendendo a Defensoria Pública do Estado de São Paulo. Lewandowski entendeu que que o imediato cumprimento da operação de retirada dos ocupantes, "poderá catalisar conflitos latentes, ensejando violações aos direitos fundamentais daqueles atingidos por ela", diante da ausência de informações sobre o reassentamento das famílias.
Lewandowski citou os exemplos dos episódios recentes da desocupação da área do Pinheirinho, em São José dos Campos (SP), e de um antigo prédio na Avenida São João, na capital paulista, para destacar o risco considerável de conflito social em situações semelhantes. Lembrando que a manifestação do Judiciário tem como objetivo principal a pacificação de conflitos sociais, observou que a retomada de posse pode ser vista como exacerbação do litígio em questão, "em especial quando é levada a efeito por força policial desacompanhada de maiores cuidados com o destino das pessoas retiradas".
A ação de reintegração de posse foi ajuizada em julho de 2012 pela Melhoramentos Agrícola Vifer Ltda. e a Massa Falida da Soma Equipamentos Industriais Ltda., proprietárias dos terrenos. O pedido foi julgado procedente em janeiro de 2013, e a sentença foi mantida pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP). A Defensoria estadual então recorreu ao Supremo.
A Soma Equipamentos Industriais argumenta que a venda da área, estimada em R$ 90 milhões, serviria para quitar parte das dívidas da companhia.
RESISTÊNCIA
Ao menos cem pessoas ligadas a movimentos populares e estudantes universitários já estavam na Vila Soma orientando os moradores a resistir à reintegração de posse. Na entrada da ocupação, os moradores colocaram escudos de plásticos, pedaços de pau e pneus à espera da ação da Polícia Militar.
A área de quase 1 milhão de metros quadrados, no centro da cidade, pertencia a uma empresa, que faliu. Hoje, abriga cerca de 10 mil pessoas.
Nesta quarta-feira (13), o clima estava tenso. Policiais militares, que fotografavam a área e acompanhavam a saída de moradores que aceitaram sair, foram hostilizados e deixaram o local.
Repetindo os gestos da Tropa de Choque da PM, moradores batiam com paus nos escudos de plástico. "Aqui tem um bando de loucos, loucos por moradia", gritava o grupo, que incluía idosos, jovens e crianças.
O medo é que se repita o que ocorreu durante a reintegração de posse do Pinheirinho, em São José dos Campos, em 2012, quando moradores ficaram feridos durante confronto com a PM.
O pedreiro Isaías Fialho, 59, afirmou que irá para a casa de uma sobrinha nesta quinta (14).
"Vim de Campinas para cá porque o aluguel ficou muito alto", disse. "Não vou ficar para a reintegração porque acho que a vida vale mais que qualquer coisa."
Moradores ainda acreditam que a reintegração de posse seja, mais uma vez, adiada pela Justiça.
Lideranças se reuniram no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, para tentar um acordo. Querem que a gestão Geraldo Alckmin (PSDB) ofereça auxílio-aluguel até a definição das moradias que poderão ser construídas.
A reunião, porém, terminou sem acordo.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 10/12

IZAURA FERREIRA DE ANDRADE, 70 ANOS

ARAPONGAS
CLÁUDIO SILVA, 88 ANOS

IVAIPORÃ
VALDETE CORDEIRO PEREIRA, recém-nascida
MIRIAM PEREIRA DE LIMA, 70 ANOS
CLÓVIS DE ALCÂNTARA BRASIL, 53 ANOS

APUCARANA 09/12

HELENA CORREA DE ANDRADE, recém-nascida

MEGA SENA

CONCURSO 1883 · 07/12/2016

16 27 28 47 59 60