Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Cássio fala em crescimento após ter sido barrado por Tite em 2016

Loading...

ESPORTES

Cássio fala em crescimento após ter sido barrado por Tite em 2016

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Incluído por Tite entre os 23 convocados da seleção brasileira nesta quinta-feira (10), o goleiro corintiano Cássio se lembrou de ter sido barrado pelo mesmo treinador há um ano, ainda no clube. Ele atribuiu a oportunidade ao que descreveu como 'crescimento nítido' desde então. Fagner, lateral do Corinthians, também está na relação.

"Quando a gente cai, tem que se levantar rapidamente, fazer uma auto-crítica do que melhorar, o que deixar de lado, qual seu objetivo. Desde o ano passado, conversei muito com minha família e minha esposa sobre o que almejava. Coloquei na balança o que ia me acrescentar e o que não ia ajudar. Fui feliz nessa escolha, abri mão de coisas que não me ajudavam. Meu crescimento foi nítido", comentou Cássio.

"Estou muito feliz por ser chamado para representar o nosso pais, é muito legal. O pessoal comentou durante o treino que eu havia sido convocado. Agradeço a Deus e minha família por tudo, por essa convocação, também aos meus colegas de trabalho por tudo que estamos vivendo juntos e pela força que eles me dão. Se estou sendo convocado, é também graças a eles", acrescentou o goleiro, que treinava enquanto Tite anunciou os chamados.

Ele ainda descreveu o momento exato em que recebeu a notícia. "Foi o Mauro [observador técnico, quem deu a notícia]. Ele falou 'gigante, tá dentro, foi convocado'. A gente fica feliz, é lógico, não posso esconder que criei uma expectativa de ser convocado. Se não acontecesse, isso não me prejudicaria. Fiquei muito feliz, como os outros jogadores também com a minha ida e do Fagner. Tenho que curtir, mas seguir focado no Corinthians", disse o titular corintiano.

VANDERLEI

"É difícil responder, até porque quem tem que falar é o Tite. O Vanderlei é um grande goleiro, assim como outros que não foram chamados. É difícil falar de outro atleta, até porque a gente não acompanha o dia a dia de trabalho dele."

CONVOCAÇÃO

"É fruto de um trabalho, não é de um dia para o outro, precisa de foco e planejamento. Abri mão de muitas coisas para viver isso. Ano passado cresci muito como pessoa e também como profissional. Algumas críticas foram excessivas, mas muitas fizeram eu crescer como atleta. Quando se está mal, não pode achar que é só coisa ruim. Temos de crescer também."

CONCORRENTES

"Foram esses três convocados, mas há muitos goleiros de qualidade, que vêm muito bem. A concorrência é cada um fazendo o seu melhor no clube. Na seleção, todo mundo busca o melhor da equipe."

TITE

"O Tite é um cara muito claro. Quando ele me tirou do time, ele me falou e eu entendi. É lógico que no primeiro momento a gente fica frustrado, mas nossa conversa foi franca. Espero ir para a seleção agora com ele e fazer o meu melhor. Ele é muito coerente, um cara tranquilo. Eu poderia ter sido convocado mesmo quando não estava bem, pela história que a gente construiu aqui no Corinthians. Mas ele, como um cara coerente, respeitou todo mundo. Hoje, pelo que venho mostrando, sou um dos goleiros que poderia estar na seleção. Acho que sou merecedor do que está acontecendo."

CARILLE

"Ele foi um dos caras fundamentais. Se você não tem a confiança do treinador, as coisas ficam mais difíceis. Ele me deu força, sabe de tudo o que aconteceu desde que cheguei no Corinthians. Ele me deu muita força e conversou comigo. Eu o respeito muito. O que acontece com o Corinthians é novidade para muitos, mas nós que o conhecíamos sabíamos que ele poderia chegar neste nível."

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias