Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Ainda sem Neymar, PSG vence sem dificuldades em estreia no Francês

Loading...

ESPORTES

Ainda sem Neymar, PSG vence sem dificuldades em estreia no Francês

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Ainda sem poder contar com o atacante Neymar, o Paris Saint-Germain estreou na temporada 2017/18 do Campeonato Francês com uma vitória fácil por 2 a 0 sobre o recém-promovido à primeira divisão Amiens, neste sábado (5), no estádio Parc des Princes.

O primeiro gol da partida foi anotado pelo uruguaio Edinson Cavani, no primeiro tempo. Depois do intervalo, o atacante deu uma assistência para o argentino Javier Pastore, que fechou o placar. O jogo, porém, parece ter ficado em segundo plano. O grande personagem do dia em Paris foi Neymar, finalmente apresentado para a torcida do clube, que o ovacionou.

O brasileiro não pôde jogar porque os documentos da federação espanhola não chegaram a tempo de fazer a sua inscrição na federação do país. Desse modo, a estreia de Neymar deve acontecer apenas no outro domingo (13), quando o PSG visita o Guingamp, pela segunda rodada do Campeonato Francês.

Neymar mexeu com a programação do Campeonato Francês. Mesmo sem estar em campo, o brasileiro fez com que o duelo começasse às 12h15 (de Brasília). O atraso em 15 minutos estava diretamente relacionado com o brasileiro. Cerca de uma hora antes do duelo, ele foi apresentado aos torcedores, que entoavam uma versão adaptada de "Aquarela do Brasil".

No estádio, 40 mil pessoas fizeram muita festa para o atacante, que no centro do campo falou aos torcedores em "fazer história". Depois do discurso, caminhou para a volta olímpica. Cercado por diversas crianças, chutou bolas em direção às arquibancadas. Na parte final do evento, ele quebrou o protocolo ao se encaminhar até a arquibancada, tirar a camisa e jogar para os fãs.

o PSG foi a campo com Dani Alves pela direita, Kurzawa pela esquerda e Marquinhos e Thiago Silva na defesa. No meio, três jogadores: Thiago Motta, Verratti e Rabiot. Di Maria, Pastore e Cavani foram escalados no ataque. Dos 11 titulares, sete eram sul-americanos, sendo quatro brasileiros (embora Motta seja naturalizado italiano), dois argentinos e um uruguaio.

Como esperado, o Paris Saint-Germain dominou o jogo, porque o Amiens, que disputava pela primeira vez na sua história um jogo na primeira divisão do futebol francês, só pensava em se defender. No primeiro tempo, porém, o time da casa mostrou um pouco de dificuldade na parte final do campo, até porque o adversário montou um muro na sua defesa. As finalizações também deixaram a desejar. Depois de muita tentativa, o primeiro gol veio aos 42 minutos, com Cavani, que cortou um marcador na área e chutou de esquerda para as redes.

No segundo tempo, o domínio do PSG continuou. Com a vantagem no placar, o time achou mais espaços para atacar, mas faltou calibrar o pé. Somente Di Maria teve duas grandes chances na frente de Gurtner. Na primeira, parou no goleiro. Na segunda, mandou para fora. Cavani também teve uma oportunidade clara. O segundo gol surgiu aos 34 minutos, num ataque rápido, em que Cavani serviu Pastore, que, sozinho, mandou para as redes, sem dificuldades.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias