Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Skatista quer modalidade na Olimpíada por exposição

Loading...

ESPORTES

Skatista quer modalidade na Olimpíada por exposição

FELIPE PEREIRA

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Houve resistência dos atletas quando o skate foi anunciado na próxima edição dos Jogos Olímpicos. Eles temiam que o esporte se vendesse, ou perdesse a identidade para entrar no padrão "certinho" do Comitê Olímpico Internacional. Murilo Peres, 21 anos, não pensa assim. Skatista de nível mundial, quer representar o Brasil para que a modalidade ganhe visibilidade. “Vejo a dificuldade de viver por falta de estrutura. O país só dá valor ao que passa na TV. Muita gente mal sabe que os maiores campeões do mundo em todas as modalidades são brasileiros. Assim como o Brasil é forte no futebol, é no skate", disse.

Antes de competir por uma medalha, Murilo Peres vai tentar mais um título neste sábado. Ele está na Califórnia (EUA) participando do Van Park Series. O evento, que reúne os melhores atletas do skate mundial, tem as semifinais e final transmitidas ao vivo pelo UOL, a partir das 18h de sábado.

Murilo percebeu de cara que tinha capacidade de estar entre os grandes. Quando tinha 10 anos, "encheu o saco" do irmão mais velho até ganhar um skate no natal. Ele andava deitado sobre o skate pela sala e um dia foi para a pista do clube que frequentava em São Paulo, cidade em que nasceu. Uma pessoa normal demora um tempo para aprender a primeira manobra. Murilo ignorou esta regra. “Aprendi no primeiro dia e isso marcou, abriu minha cabeça. Pensei: quero essa sensação de andar de skate, aprender manobra para o resto da minha vida.”

Ele conta que mesmo que não fosse profissional continuaria a dar seus rolês e manobras por toda a vida. "Skate é um negócio muito louco. Subo no skate e parece que jogam uma composição no sangue que me faz sentir que tô vivo. Ser profissional estava lá no futuro. Não andava para para ser profissional, mas para sentir aquilo outra vez".

Murilo conta que gostava muito de adrenalina e encontrou no skate uma forma de suprir esta necessidade. Acrescenta que o skate é tão pessoal e tão existencial que o estado de espírito muda a forma como anda e as manobras que executa. “Hoje acordei com vontade de pular escada de 15 degraus. No outro dia, quero andar de boa. Por isso que skate é muito mais que um esporte. Um artista pega um quadro e demonstra a personalidade dele pintando. O skatista demonstra a personalidade andando.”

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias