Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Ao fim de prazo, Nenê não apresenta propostas e expõe impasse com o Vasco

Loading...

ESPORTES

Ao fim de prazo, Nenê não apresenta propostas e expõe impasse com o Vasco

BERNARDO GENTILE E BRUNO BRAZ

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O futuro de Nenê no Vasco é um mistério. O jogador pediu para não encarar o São Paulo, na última quarta-feira (19), alegando ter propostas para deixar o clube, que deu até sábado (22) para o camisa 10 apresentar tais ofertas. Só que o prazo expirou e o atacante não entregou nada à diretoria de São Januário.

A situação criou um impasse no Vasco. Na última quinta, o presidente Eurico Miranda deu entrevista deixando clara sua posição sobre a situação:

"A situação do Nenê é simples. Pediu a rescisão do contrato com o Vasco. Se aparecer a proposta, rescinde. Se não, tem contrato aqui e suas obrigações. Foi a pedido dele, dizendo que teria uma proposta. Não vamos colocar obstáculo. Acho difícil ele querendo rescindir que possa estar à disposição [para o jogo de domingo, contra o Atlético-MG]. Tem de treinar na plenitude. Ele pediu um prazo até sábado para apresentar essa proposta", afirmou Eurico, que descartou qualquer afastamento de Nenê.

"A hipótese do Nenê ficar encostado não existe. Não vamos nos opor a uma rescisão, mas encostado ele não vai ficar, não tem punição nesse sentido. Poderá ter se depois a conduta dele levar a tomar uma posição, mas em princípio não. Sobre salário alto, tudo é muito relativo. Mas não é interesse nosso uma rescisão amigável, não", disse Eurico.

Assim, o Vasco não cria problemas para uma eventual saída de Nenê, mas também não quer perdê-lo de graça. Caso ele vá permanecer, precisa jogar, na visão de Eurico.

Milton Mendes, por sua vez, deixou claro que não pretende utilizar o atleta até que o imbróglio com a diretoria seja resolvido. A situação é ainda pior para o meia veterano depois da promoção da garotada, que assumiu protagonismo na equipe e deu conta do recado contra o Atlético-MG, no Independência, no último domingo –dois gols de Paulinho, de apenas 16 anos.

Independentemente do que vá acontecer com Nenê, um fato não mudará. O Vasco está insatisfeito com a conduta do atleta, que já disse ter propostas em mãos em outras três oportunidades, segundo a reportagem apurou.

Por outro lado, Nenê também não está nem um pouco satisfeito da maneira que vem sendo tratado em São Januário. Xodó da torcida nos primeiros anos de clube, hoje o camisa 10 é considerado descartável pela diretoria e comissão técnica.

O início do fim de Nenê no Vasco aconteceu após a chegada de Milton Mendes. O técnico optou por equipe mais combativa e deixou o craque do time no banco de reservas. Insatisfeito, foi liberado pela diretoria para buscar novos destinos. Teve propostas do Vitória, além de sondagens de Grêmio e Botafogo.

Nenhuma das situações avançou e o jogador completou os sete jogos no Campeonato Brasileiro, o que o impede de transferir-se para uma nova equipe da Série A.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias