Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Câmara recua e aborta viagem com tudo pago para Copa das Confederações

Loading...

ESPORTES

Câmara recua e aborta viagem com tudo pago para Copa das Confederações

RANIER BRAGON

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Diante da repercussão negativa, a Câmara dos Deputados não vai mais bancar uma viagem oficial de deputados para a Copa das Confederações na Rússia, torneio que começa neste sábado (17) e vai até 2 de julho.

No início de maio a Comissão de Esporte da Câmara aprovou requerimento do deputado Goulart (PSD-SP) para o envio de uma missão oficial de deputados da comissão à Rússia, durante o torneio.

Em sua justificativa, o deputado —que é conselheiro do Corinthians e membro da velha guarda de sua principal torcida organizada, a Gaviões da Fiel—, escreveu o seguinte: "A visita à cidade sede da Copa das Confederações de 2017 é de fundamental importância para implantarmos e atuarmos na segurança e nos investimentos sociais de diversos megaeventos esportivos que virão a ser realizados no Brasil nos próximos anos."

Procurado pela reportagem nesta quarta-feira (14), Goulart disse que retirou seu requerimento e que agora irá viajar à Rússia e a China (por causa de intercâmbios desse país com o futebol brasileiro) em julho, durante o recesso do Congresso, pagando do próprio bolso.

"Eu to indo por minha conta e vou no recesso. E vai ser uma coisa maravilhosa porque eu vou ter liberdade até pra tomar umas vodcas."

Goulart diz que o requerimento que apresentou não era para assistir aos jogos da Copa das Confederações, evento que antecede a Copa do Mundo de futebol de 2018, também na Rússia, mas para conhecer as instalações e o serviço das autoridades daquele país.

Sobre os "megaeventos esportivos que virão a ser realizados no Brasil", ocasião em que supostamente a experiência colhida na Rússia seria aplicada, Goulart afirmou que "tem eventos todo os dias" por aqui.

"Eu moro aqui do lado do Autódromo de Interlagos, eu acho uma palhaçada. Vejo futebol em todo lugar do mundo com 100 mil pessoas e o custo do evento [no Brasil] torna-se caro por causa da burocracia. Eu sou morador ali do bolsão de Interlagos e sou impedido de entrar na minha casa quando tem corrida de F-1."

LEGADO

Dias antes de aprovar a missão oficial à Rússia, a Comissão de Esporte da Câmara havia aprovado outra viagem internacional para deputados. Para Atenas, Londres e Barcelona, para que eles conhecessem o legado que ficou para essas cidades com a realização dos Jogos Olímpicos.

O requerimento original, do deputado Fábio Mitidieri (PSD-SE), era só da viagem para Atenas. Goulart e outros incluíram Londres e Barcelona no roteiro. Mitidieri disse à reportagem que a Mesa da Câmara ainda analisa dar autorização para a viagem, mas que ele desistiu devido à inclusão de outras cidades. Goulart também afirmou que não irá nessa viagem, caso ela seja aprovada.

Nas missões oficiais ao exterior, a Câmara banca passagens aéreas e diárias para hospedagem e alimentação.

Em dezembro, o jornal "Folha de S.Paulo" publicou reportagem mostrando que os deputados viajavam em missão oficial ao exterior, em média, a cada dois dias —foram até aquele mês 1.283 roteiros desde 2010, que alcançaram 69 países dos cinco continentes, com especial predileção por Estados Unidos, Suíça e França.

Estádios da Copa 2018

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias