Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Apoio de Leila a Mattos passa por aval de Galiotte e sucesso com Borja

Loading...

ESPORTES

Apoio de Leila a Mattos passa por aval de Galiotte e sucesso com Borja

JOSÉ EDGAR DE MATOS

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Criticado por conselheiros do Palmeiras —especialmente os ligados ao grupo político de Mustafá Contursi, o maior do Conselho Deliberativo— pelo planejamento para a temporada 2017, Alexandre Mattos recebeu na última semana a blindagem de Leila Pereira, proprietária do grupo Crefisa/FAM, conselheira do clube e defensora do modus operandi do diretor de futebol.

A confiança no trabalho do dirigente cresceu mais nesta temporada, quando Alexandre Mattos e Leila Pereira ganharam ainda mais autonomia no dia a dia do Palmeiras. O dirigente contou com aporte financeiro da parceira, que transcendeu a renovação do contrato de patrocínio para reforçar o elenco campeão brasileiro no ano passado.

O dirigente centraliza as negociações e deixa Leila informada das movimentações; a empresária, por outro lado, também usufrui de uma participação maior dentro do clube —participou da reapresentação de Cuca e recebeu aplausos na primeira reunião no Conselho Deliberativo.

Um caso que ratifica esta confiança ocorreu na contratação mais badalada (e cara) da temporada —Miguel Borja, R$ 35 milhões. Mattos e a sócia da Crefisa trocaram dez ligações durante o dia no qual o colombiano acertou para reforçar o ataque alviverde.

O sucesso na negociação serve como mais um ponto a se considerar no respeito de Leila Pereira pelo dirigente. Com o apoio da Crefisa que liberou a verba para o negócio, Mattos conseguiu convencer Borja a abdicar da ideia de ir ao futebol chinês, onde a valorização financeira seria ainda maior.

O dirigente possui acesso direto a Leila e também a José Roberto Lamacchia. Recentemente, Mattos jantou com o marido de Leila Pereira e também sócio-proprietário do grupo Crefisa/FAM e levou o técnico Cuca junto.

Um dos assuntos conversados apontava para a necessidade de novas contratações, como o atacante tão desejado pelo treinador. A primeira tentativa mais forte, com o aval da empresa, foi em Richarlison, um dos destaques do Fluminense neste início de Campeonato Brasileiro. Porém as negociações foram encerradas e o atleta permanecerá no time carioca.

O casal da Crefisa confia no julgamento de Mattos também pelas recomendações de Mauricio Galiotte. O presidente do clube, que também defende a profissionalização do futebol, ao contrário do ex-presidente Mustafá Contursi, um dos seus padrinhos políticos, admira a persuasão do dirigente nas negociações —como no caso de Borja citado acima.

"Comprometi-me com o Galiotte que, enquanto ele [Alexandre Mattos] estiver à frente do Palmeiras, a Crefisa e a Faculdade das Américas estarão juntas a ele", disse Leila, em entrevista concedida ao 'Esporte Interativo' na semana passada.

"[As críticas são] uma injustiça monumental, me deixam extremamente chateada. Esse rapaz veio para o Palmeiras com dois títulos brasileiros na bagagem, pelo Cruzeiro. Entrou no Palmeiras e fomos vice-campeões do Paulista e campeões da Copa do Brasil, em 2015. No ano seguinte, campeões do Brasileiro. Poxa vida, como alguém pode duvidar desse profissional?", questionou a empresária.

"Ele está sendo criticado até por alguns conselheiros e acho falta de ética fazer isso para desestabilizar o ambiente", encerrou Leila Pereira, em fala que irritou conselheiros tanto da situação quanto da situação do Conselho Deliberativo do Palmeiras.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias