Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

COI inclui basquete 3x3 e BMX freestyle nos Jogos de Tóquio-2020

Loading...

ESPORTES

COI inclui basquete 3x3 e BMX freestyle nos Jogos de Tóquio-2020

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em reunião realizada nesta sexta-feira (9), o COI (Comitê Olímpico Internacional) aprovou uma série de mudanças no programa olímpico para os Jogos de Tóquio-2020 visando incluir provas de apelo jovem e que ajudem a equiparar o número de mulheres e homens participantes dos Jogos.

Entre as principais novidades estão a inclusão do basquete 3x3 (disputa com apenas três pessoas por time jogando em meia quadra) e do BMX Freestyle Park (competição de manobras em bicicleta). Além disso, foram incluídos no programa uma série de eventos mistos, como os revezamentos 4 x 100 m medley misto (natação) e 4 x 400 m misto (atletismo) e competições por equipes mistas de judô, tiro com arco e esgrima.

Em modalidades que tinham mais eventos masculinos que femininos (como boxe, canoagem, levantamento de peso e tiro) disputas masculinas foram retiradas do programa olímpico e provas femininas foram incluídas para que fosse alcançada a equiparação entre os sexos.

"A decisão de hoje [sexta] é um passo significante na direção de alcançar o balanço de 50% na participação por gêneros nos Jogos Olímpicos, tanto em número de atletas como número de eventos, como está claramente declarado na Agenda Olímpica 2020", afirmou o COI em comunicado.

A inclusão irá aumentar para 321 o número de eventos olímpicos (eram 306 no Rio). Se forem incluídas as medalhas distribuídas para as modalidades que começarão a ser disputadas em Tóquio (surfe, skate, escalada, caratê, beisebol e softbol) o número de eventos sobe para 339.

JOGOS ENXUTOS

A inclusão dessas novas modalidades, no entanto, não deve resultar em um aumento significativo no número de atletas que participarão dos Jogos. Isso porque o COI anunciou também uma revisão do número de vagas por modalidade.

A maior diminuição aconteceu no atletismo, que terá 105 atletas classificados a menos a partir dos Jogos de 2020. A próxima Olimpíada também terá 22 nadadores a menos.

Levantamento de peso (com 64 atletas a menos) e lutas (com 56 atletas a menos) também tiveram baixa significativa no número de participantes. Nesses casos, o intuito foi de equiparar o número de homens e mulheres classificados para os Jogos.

No total, os esportes que já faziam parte do programa olímpico terão 285 esportistas a menos para que sejam acomodados 474 atletas das novas modalidades olímpicas. Resultando em um incremento de 189 atletas nos Jogos.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias