Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Após final da Liga dos Campeões, Cardiff quer receber a Copa do Mundo

Loading...

ESPORTES

Após final da Liga dos Campeões, Cardiff quer receber a Copa do Mundo

ALEX SABINO, ENVIADO ESPECIAL

CARDIFF, REINO UNIDO (FOLHAPRESS) - De ressaca após afinal da Liga dos Campeões, Cardiff já sabe qual evento quer sediar a seguir: a Copa do Mundo. Não sozinha porque não tem estádios para isso, mas na possível candidatura conjunta do Reino Unido para o Mundial de 2030. Os jogos seriam espalhados por Inglaterra, Escócia, Irlanda do Norte e País de Gales.

"Está provado que Cardiff é uma opção viável. Um local como o Millennium Stadium, que recebe uma final da Liga dos Campeões, pode abrigar jogos de Copa do Mundo", disse à reportagem Huw Thomas, líder do conselho municipal.

A capital galesa foi a quarta menor cidade a receber a decisão do torneio na história. Tem população maior apenas que Berna (Suíça), Bari (Itália) e Gelsenkirchen (Alemanha). Havia o temor de que a região central não suportasse o tráfego das 170 mil pessoas esperadas para o sábado (3), dia da partida, mas não houve incidentes. O medo maior era o terrorismo. A possibilidade de que drone pudesse sobrevoar o estádio durante a partida e lançar algum objeto no campo foi um dos principais motivos que fizeram o teto ser fechado antes do jogo.

"Eles [o Reino Unido] merecem ter a chance de organizar a Copa do Mundo. Se decidirem apresentar a candidatura, terá o apoio da Uefa", disse à "BBC" o presidente da entidade, Aleksander Ceferin.

Segundo Thomas, Ceferin aprovou a final em Cardiff. A Folha pediu à assessoria da Uefa para falar com o presidente no domingo, mas foi avisada que ele já havia embarcado para a Suíça.

Uma candidatura conjunta dos quatro países serviria também para quebrar a resistência do colégio eleitoral da Fifa e dar à Inglaterra a chance de voltar a sediar o Mundial, o que não acontece desde 1966. Os ingleses tentaram em 2018, mas perderam para a Rússia. No caminho, fizeram vários inimigos com denúncias de que o processo não foi limpo.

"A nossa posição é privilegiada. O Reino Unido teria condições de sediar a Copa do Mundo no ano que vem, se fosse o caso. Está quase tudo pronto já", completa Huw Thomas, defendendo a participação galesa após a recepção da final da Liga dos Campeões.

Em 2018, a final do torneio europeu será em Kiev, na Ucrânia.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias