Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Sem conciliação na Justiça, ampliação do Independência segue parada

Loading...

ESPORTES

Sem conciliação na Justiça, ampliação do Independência segue parada

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - Em audiência nesta terça-feira (9), na 2ª Vara da Fazenda Pública e Autarquias da Comarca de Belo Horizonte, foi feita uma tentativa de conciliação entre o América-MG, proprietário do Independência, e a LuArenas (antiga BWA Arenas), gestora do estádio.

O governo do Estado de Minas Gerais também esteve presente, já que foi o responsável pela reconstrução do estádio. Após cerca de uma hora de reunião não houve acordo algum. Sendo assim, segue parada a ampliação do Horto.

A LuArenas quer ampliar a capacidade do Independência, atualmente para 23 mil torcedores. A empresa investiu em arquibancadas móveis e, inclusive, já iniciou as instalações do equipamento. Algo que irritou a diretoria do América-MG, que acionou a Justiça e conseguiu uma liminar para que a obra fosse interrompida.

No encontro desta terça-feira, a diretoria americana reforçou ser contra uma estrutura móvel no local, mas abriu a possibilidade para que uma arquibancada permanente seja construída.

A liminar conseguida pelo América, no mês passado, frustrou os planos da LuArenas. A gestora alega que tem prejuízo com o estádio e por isso tenta a ampliação do local, para aumentar a arrecadação. O desejo da empresa era concluir as obras no início do mês passado, para que a arquibancada móvel fosse utilizada nos jogos do Atlético-MG na Copa Libertadores e também nas fases finais do Campeonato Mineiro.

Sem a conciliação entre América-MG e LuArenas, o processo continuará correndo na Justiça e as obras de ampliação devem seguir paradas, já que a liminar conseguida pela diretoria americana segue valendo, até uma decisão final.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias