Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

GP da Espanha não repete vencedor há 10 anos, marca única no calendário

Loading...

ESPORTES

GP da Espanha não repete vencedor há 10 anos, marca única no calendário

JULIANNE CERASOLI

LONDRES, REINO UNIDO (UOL/FOLHAPRESS) - O GP da Espanha ganhou fama de ser o palco de corridas chatas tanto pelo traçado do Circuito da Catalunha, que dificulta que um caro siga o outro de perto, quanto pelo fato dos engenheiros conhecerem muito bem a pista que é a mais usada para os testes na Fórmula 1. Mas uma estatística curiosa aponta para o contrário: nos últimos dez anos, a prova não teve um vencedor repetido, algo único entre as 20 etapas do atual calendário.

O primeiro vencedor que se repete olhando as corridas passadas é Fernando Alonso, que ganhou sua prova caseira em 2006 e 2013 - naquela que é, aliás, sua última conquista na Fórmula 1.

Além do piloto espanhol, triunfaram Felipe Massa (2007), Kimi Raikkonen (2008), Jenson Button (2009), Mark Webber (2010), Sebastian Vettel (2011), Pastor Maldonado (2012), Lewis Hamilton (2014), Nico Rosberg (2015) e Max Verstappen (2016).

Mesmo com a sequência de vencedores diferentes, apenas em três casos o resultado da prova pôde ser considerado uma surpresa nos últimos dez anos na Espanha. O próprio Alonso não tinha o melhor carro e usou uma estratégia ousada para vencer em 2013 e Max Verstappen conquistou a corrida do ano passado após um acidente entre Hamilton e Rosberg na primeira volta, naquela que foi sua primeira prova em um time grande. Mas nada supera Pastor Maldonado, que venceu após largar na pole (depois de uma punição a Hamilton) e demonstrou um ritmo superior apenas naquele final de semana, em um ano difícil para a Williams em 2012.

Para a corrida deste ano, que será realizada neste final de semana, a estatística é boa para Valtteri Bottas, que conquistou sua primeira vitória na Fórmula 1 na última prova, na Rússia. Outro que está de olho em dar continuidade à escrita é Daniel Ricciardo. Afinal, a Red Bull promete uma grande evolução em seu carro para tentar ameaçar Ferrari e Mercedes por vitórias.

As atividades para o GP da Espanha começam com os treinos livres na sexta-feira, em duas sessões a partir das 5h e das 9h pelo horário de Brasília. A última chance antes das equipes melhorarem os carros antes da classificação, que começa às 9h do sábado, é no terceiro treino livre, realizado algumas horas antes, às 6h. E a largada será dada às 9h do domingo. O líder do campeonato é Sebastian Vettel, da Ferrari, que tem 13 pontos de vantagem em relação a Lewis Hamilton, da Mercedes.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias