Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Coritiba aproveita vantagem, segura 0 a 0 com Atlético-PR e vence Estadual

Loading...

ESPORTES

Coritiba aproveita vantagem, segura 0 a 0 com Atlético-PR e vence Estadual

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Coritiba e Atlético-PR não foram além de um empate por 0 a 0 neste domingo (7), no estádio Couto Pereira, na segunda partida da decisão do Campeonato Paranaense. A torcida alviverde, porém, não precisou de gols para celebrar. Graças a um triunfo por 3 a 0 no primeiro duelo anterior, os anfitriões conquistaram o estadual que não venciam desde 2013.

"O time soube jogar com o 3 a 0. Isso fez com que a gente tivesse um pouco mais de cautela. A gente não conseguiu dar a vitória ao torcedor, mas foi possível dar essa conquista. Agora, a gente espera que eles possam confiar no time no Campeonato Brasileiro", disse o atacante Kleber ao canal "Premiere FC" depois da partida.

A análise do jogador diz muito sobre o que aconteceu no Couto Pereira: um Coritiba comedido, mais preocupado com o resultado do duelo como um todo. "É uma conquista que tem uma história muito longa, de 12 anos no clube. É um significado enorme para a minha vida", declarou Pachequinho, o técnico campeão.

Antes da primeira partida da decisão, realizada no domingo passado (30), o Atlético-PR estava embalado. O time comandado por Paulo Autuori havia batido o Flamengo por 2 a 1 em duelo válido pela Copa Libertadores e atuava em seus domínios, mas perdeu por 3 a 0.

Aquele resultado mudou radicalmente o clima no Atlético-PR, que depois perdeu também para o San Lorenzo (também por 3 a 0, em casa, em partida válida pela Taça Libertadores).

Além da virada anímica, o revés diante do Coritiba no primeiro jogo impôs desafios ao Atlético-PR. Em toda a história, a equipe rubro-negra só venceu três clássicos por mais de três gols de diferença.

O Atlético-PR ainda se viu diante de um longo jejum. A equipe não vence o Coritiba no Couto Pereira desde 1999 e precisava superar esse tabu para sonhar com a taça neste domingo.

Uma polêmica antecedeu o clássico deste domingo: na sexta-feira (05), vazaram na internet imagens de camisetas comemorativas que o Coritiba havia preparado para o Estadual. Em meio a uma série de reações adversas, sobretudo em redes sociais, a diretoria alviverde evitou confirmar se as peças seriam usadas na festa.

No Couto Pereira, porém, a festa antecipada voltou a ser um assunto. Como tinha larga vantagem, o Coritiba reduziu sempre que pôde o ritmo da partida. E parte da torcida dos anfitriões, antes mesmo dos 25min do segundo tempo, começou a entoar gritos como "olé" e "é campeão". Isso causou reação entre os jogadores, com pelo menos dois episódios de discussão e empurra-empurra em campo.

O título estadual desta temporada marcou uma reação na carreira do meio-campista Anderson, que havia sido preterido pelo Internacional antes de assinar com o Coritiba. Revelado pelo Grêmio, o ex-jogador do Manchester United usou uma série de personagens do futebol inglês para analisar o atual momento.

Antes da decisão, questionado sobre a vantagem do Coritiba, Anderson citou Alex Ferguson, ex-treinador do United. "Acho que a concentração tem de vir dos jogadores em qualquer partida. Ele sempre batia nisso."

Além disso, quando falou sobre a força do elenco do Coritiba, Anderson fez outra referência ao futebol inglês: "Trabalhei com diversos jogadores, do melhor do mundo até aquele que está começando. A gente está montando um grupo e deve chegar mais gente para ajudar no Brasileiro. Hoje em dia não tem mais time pequeno no futebol. O Leicester foi campeão outro dia."

A partida derradeira do Campeonato Paranaense teve uma presença ilustre em um dos camarotes do estádio Couto Pereira. Claudio Taffarel, tetracampeão mundial em 1994 e atual preparador de goleiros da seleção brasileira, foi acompanhar in loco a disputa da taça.

A presença de Taffarel no estádio faz parte de um comportamento padrão da comissão técnica de Tite, que costuma espalhar observadores por estádios do Brasil e do exterior. Na decisão do Campeonato Paranaense, apenas o goleiro Weverton, do Atlético-PR, tem sido convocado com assiduidade para a seleção nacional.

Taffarel, contudo, disse que não foi ao estádio apenas pelo titular da meta rubro-negra. Questionado por jornalistas antes do início da decisão, o preparador de goleiros declarou ter sido incumbido de "observar todos os jogadores".

Encerrada a participação no Campeonato Paranaense, Atlético-PR e Coritiba agora pensam na preparação para o início do Brasileiro. O time rubro-negro visitará o Bahia na primeira rodada, no próximo domingo (14), às 16h. Na segunda (15), às 20h, a equipe alviverde receberá o Atlético-GO no Couto Pereira.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias