Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

ATUALIZADA - Guerrero brilha, Flamengo bate Fluminense e é campeão estadual

Loading...

ESPORTES

ATUALIZADA - Guerrero brilha, Flamengo bate Fluminense e é campeão estadual

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após a lesão do meia Diego, principal jogador do Flamengo em 2016, o atacante peruano Paolo Guerrero passou a carregar boa parte da responsabilidade de levar o time às vitórias. E ele se mostrou à altura do desafio.

Artilheiro do Estadual do Rio com 10 gols, ele marcou um dos tentos da vitória que deu o título do campeonato ao Flamengo. O Flamengo venceu o jogo de volta de decisão com o Fluminense por 2 a 1, neste domingo (7), no Maracanã, e conquistou o 34º título estadual de sua história.

Com a desvantagem de ter perdido o jogo de ida por 1 a 0, o Fluminense se lançou ao ataque com tudo logo no início do jogo, e a estratégia funcionou. Aos dois minutos de jogo, já cobrava escanteio após chance de gol. Aos três minutos, comemorava o primeiro tento.

O meia Sornoza cobrou escanteio, o zagueiro Renato Chaves desviou e o centroavante Henrique Dourado abriu o placar, igualando o resultado da decisão.

O Fluminense, então, se fechou na defesa, tentando atrair o Flamengo e surpreender no contra-ataque. O plano funcionou apenas parcialmente.

Defensivamente, o time conseguiu segurar os avanços do Flamengo, que tinha em Guerrero o seu melhor jogador de ataque. No entanto, o Fluminense praticamente abdicou de atacar, e não finalizou a gol mais nenhuma vez até os 30 minutos do primeiro tempo.

O segundo tempo seguiu tônica semelhante. Ainda que o resultado o favorecesse, o Fluminense partiu para o ataque e criou oportunidades de ampliar o placar com Henrique Dourado e Sornoza, mas parou no goleiro Muralha em ambas ocasiões.

A partir dos 20 minutos do segundo tempo, o Flamengo começou a encaixar seus ataques. Zé Ricardo colocou Gabriel no lugar de Berrío, o que deu mais mobilidade ao time rubro-negro.

Aos 39 minutos do segundo tempo, Guerrero mostrou porque é um dos melhores centroavantes em atividade no país. Gabriel cobrou escanteio, Réver cabeceou e Cavalieri espalmou uma bola que poderia ter agarrado. Oportunista, o peruano aproveitou e empatou a partida em 1 a 1.

O Fluminense, então, partiu desesperadamente à frente, mas sofreu com dois contra-ataques letais do adversário. No primeiro, Cavalieri derrubou Márcio Araújo e foi expulso. No segundo, nos acréscimos do segundo tempo, o lateral Rodinei finalizou e o volante Orejuela, que atuava como goleiro improvisado, não conseguiu segurar.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias