Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Nos 50 m livre, Cielo faz melhor tempo em três anos e disputa final de torneio

Loading...

ESPORTES

Nos 50 m livre, Cielo faz melhor tempo em três anos e disputa final de torneio

PAULO ROBERTO CONDE

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Na manhã deste sábado (6), o nadador Cesar Cielo, 30, obteve sua melhor marca nos 50 m livre -prova que o consagrou- desde 2014.

Nas eliminatórias da distância no Troféu Maria Lenk, no Rio, o velocista obteve o tempo de 21s87 e avançou para a final da competição com o segundo registro mais rápido da prova. O primeiro foi obtido pelo finalista olímpico Bruno Fratus (21s83).

Os dois disputarão a decisão lado a lado, nas raias 4 e 5, respectivamente, em final que será disputada às 19h30 deste mesmo sábado.

O tempo obtido por Cielo, que voltou a competir em alto nível depois de um ano afastado, é seu melhor em quase três anos. Em dezembro de 2014, ele havia feito 21s60 no Open, também no Rio.

Nos anos seguintes (2015 e 2016), sua prova mais rápida havia sido 21s91, marca registrada na seletiva olímpica de abril de 2016, que o deixou fora dos Jogos do Rio.

"Foi melhor do que eu imaginei", afirmou Cielo.

"Queria levar a manhã de um jeito mais tranquilo. Fui dormir à 1h da manhã ontem, então estou com sistema nervoso um pouco devagar, está difícil sentir o corpo. Foi bom. Não nadava isso desde 2014, mas vou tentar tirar um pouco mais na final."

Ele disse que o intuito na decisão da prova é estabelecer uma marca na casa de 21s7 ou 21s6.

Cielo é o atual recordista mundial da prova (20s91, de 2009). Ele também foi campeão olímpico, em Pequim-2008, e tricampeão mundial da distância (2009, 2011 e 2013).

Cielo e Fratus tentam obter vaga para o Mundial de Budapeste, em julho.

A CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) já anunciou que levará um número limitado de nadadores à competição na Hungria, levando em conta a tabela de índices técnicos estabelecida pela Federação Internacional de Natação. Serão convocados no mínimo oito e no máximo 16 atletas.

"Deve ter sido minha melhor prova pela manhã. Não tenho lembrança de ter nadado na casa de 21s8 em eliminatórias. Foi bem legal. Mas precisa ser melhor, porque 21s8 não entra na lista por índice técnico. Para uma eliminatória, está bom. Mas para uma final tem que baixar bastante", afirmou Fratus.

BRONZE

Na sexta (5), Cielo terminou a prova de nado borboleta em terceiro lugar com a marca de 23s22. A primeira posição foi conquistada por Nicholas Santos, 37, que com a marca de 22s61 estabeleceu novo recorde sul-americano.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias