Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Início de Jô faz Corinthians esquecer tentativas frustradas do time em 2016

Loading...

ESPORTES

Início de Jô faz Corinthians esquecer tentativas frustradas do time em 2016

DIEGO SALGADO

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Três gols em oito jogos colocaram o atacante Jô em evidência no Corinthians, sobretudo pelo fato de o camisa 7 ter marcado contra os rivais Santos e Palmeiras em Itaquera. O início promissor fez o clube alvinegro esquecer as tentativas frustradas no setor ofensivo na temporada 2016.

No ano passado, o Corinthians contratou dois jogadores para a posição e não teve resultados satisfatórios. No primeiro semestre, André atuou como centroavante do time e não correspondeu às expectativas. O atual jogador do Sport disputou 29 partidas e fez apenas seis gols.

Com Gustavo, o cenário tornou-se ainda mais complicado. Contratado no fim de agosto após o Corinthians negociar André com o Sporting-POR, o atacante, que havia brilhado na Série B com o Criciúma, nem chegou a marcar gol nos nove duelos que esteve em campo.

Com Jô no comando do ataque, o Corinthians vê um jogador de ataque com desempenho similar ao de Vagner Love, que deixou o clube no começo de 2016. O atacante foi às redes em 16 oportunidades em 50 jogos -vendido ao Monaco-FRA, o atleta hoje defende o Alanyaspor-TUR.

Aos 29 anos, Jô chegou ao Corinthians sem custos ainda em outubro do ano passado. O Corinthians não desembolsou valor algum em relação aos direitos econômicos, limitando-se às luvas. O contrato é de três anos.

Três vitórias na conta

Após nove jogos do Corinthians na temporada, Jô foi responsável direto por três dos sete triunfos alvinegros. O camisa 7 marcou os gols da vitória contra São Bento, Palmeiras e Santos.

Rodriguinho, Pablo, Pedro Henrique e Kazim garantiram três pontos cada para a equipe de Fábio Carille. Os jogadores marcaram contra Caldense, Novorizontino, Mirassol e Audax, respectivamente.

Jô foi titular em seis duelos e começou no banco de reservas em outros dois. Quando começou jogando, o atacante atuou na referência do ataque em cinco confrontos, seja no 4-2-3-1 ou no 4-1-4-1. Diante do Mirassol, Carille escalou Jô e Kazim juntos, Naquela oportunidade, o Corinthians jogou no 4-4-2.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias