Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Atlético-MG vence o Villa Nova e segue 100% no Campeonato Mineiro

Loading...

ESPORTES

Atlético-MG vence o Villa Nova e segue 100% no Campeonato Mineiro

VICTOR MARTINS

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - A história do jogo entre Atlético-MG x Villa Nova foi muito parecida com o que se viu nos confrontos do time alvinegro com Uberlândia e Democrata-GV. Muita dificuldade diante de equipes do interior e necessidade do abafa final para conseguir o resultado positivo. O que já tinha acontecido nas rodadas 2 e 5 do Campeonato Mineiro se repetiu também na sexta jornada. Foi assim que o Atlético conseguiu vencer o Villa Nova, por 2 a 1, e manter 100% de aproveitamento no Campeonato.

Embora seja uma campanha inquestionável, afinal o time do técnico Roger Machado conquistou todos os 18 pontos possíveis, o futebol ainda não está perto daquele que a torcida gostaria de ver. Especialmente para um time que tem estreia na Libertadores tão próxima, na quarta-feira, dia 8, na Argentina, contra o Godoy Cruz.

Otero se destaca com dribles, mas Atlético segue sem criatividade

A principal dificuldade apresentada pelo Atlético nos primeiros jogos de 2017 foi a dificuldade para criar situações de gol. Mesmo atuando em casa, contra equipes com muito menos recursos financeiros, o time atleticano cria pouco, sofre para entrar na área do adversário. O time troca muitos passes, mas falta criatividade. Ponto positivo para Otero, que abusa dos dribles e sempre consegue fazer algo diferente em campo. Foi premiado com o gol da vitória, após boa troca de passes.

Fred faz o dele, mas precisou de três finalizações

O começo de ano de Fred é impressionante. O camisa 9 do Atlético não fez gol apenas em uma partida que disputou, contra o Tombense. Titular em sete dos nove jogos da equipe em 2017, o centroavante tem nove gols, sendo oito no Campeonato Mineiro e um na Primeira Liga. Antes do jogo com o Villa, Fred tinha oito gols em 11 finalizações. A média ficou um pior, já que na partida deste sábado foram três tentativas para somente um gol. Agora, 2017 de Fred é com nove gols em 14 finalizações.

Atleticanos são recebidas com rosas no Independência

Em homenagem ao Dia da Mulher, no próximo dia 8, o Atlético recebeu suas torcedoras com rosas, no Estádio Independência. A ação aconteceu somente no portão 2, local de acesso dos sócios da modalidade Preta, aqueles que pagam mais caro e têm acesso garantido em todos os jogos do clube como mandante. Local que recebeu uma grande quantidade de torcedoras para o jogo com o Villa, já que cada sócio tinha o direito de levar uma acompanhante para o estádio.

Vitória 145 no jogo mais antigo do futebol mineiro

Atlético x Villa Nova é o confronto mais antigo do futebol mineiro das equipes atualmente em atividade. Ambos foram fundados em 1908, mas o primeiro duelo aconteceu apenas quatro anos depois, com goleada alvinegra por 5 a 1. Desde então foram 237 jogos, já computado o confronto pela edição 2017 do Campeonato Mineiro. Com o resultado, o Atlético chegou a 145 vitórias, contra 42 derrotas. Aconteceram ainda 50 empates.

Torcidas irmãs, Galoucura homenageia a Mancha

A relação entre as principais torcidas organizadas de Atlético e Palmeiras é ótima. Consideradas torcidas irmãs, Galoucura e Mancha mantém uma relação muita próxima e de bastante respeito. Nessa semana, o fundador da torcida do Palmeiras, Moacir Bianchi foi assassinado, em São Paulo. A Mancha decidiu encerras as atividades, por tempo indeterminado. Em apoio aos amigos palmeirenses, a Galoucura levou uma bandeira da torcida irmão para o Independência, no jogo entre Atlético e Villa Nova.

ATLÉTICO-MG

Giovanni, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Yago (Cazares, aos 32 do 1º), Elias, Danilo (Ralph, aos 34 do 2º), Otero e Robinho (Rafael Moura, aos 18 do 2º); Fred.

T.: Roger Machado.

VILLA NOVA-MG

Fernando Henrique; Gabriel Paulino (Osvaldir, aos 30 do 2º), Glasdstone, Lula e Bruno Ré; Leandro, Luís Mário, Paulo Vitor e Jonathan (Tchô, aos 36 do 2º); Felipe Augusto (Artur Faria, aos 34 do 2º) e Roni.

T.: Leston Júnior. Árbitro: Igor Junio Benevenuto

Assistentes: Luiz Antônio Barbosa e Magno Arantes Lira

Renda/Público: R$ 226.048,00/15.393 presentes

Cartões amarelos: Marcos Rocha (CAM) Leandro e Fernando Henrique (VIL)

Gols: Felipe Augusto (VIL), aos 41 do primeiro tempo, e Fred (CAM), aos 43 do primeiro tempo; Otero (CAM), aos 36 do segundo tempo.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias