Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Andy Murray critica organizadores de torneios por convites a Sharapova

Loading...

ESPORTES

Andy Murray critica organizadores de torneios por convites a Sharapova

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Maria Sharapova nem voltou ainda de sua suspensão por doping que cumpre desde o dia 26 de janeiro de 2015 e já está sendo alvo de críticas. O motivo é o excesso de convites que ela tem recebido de torneios que serão realizados nos próximos meses. Ela estará livre para competir a partir de 26 de abril.

Com moral junto aos organizadores, ela já tem vagas garantidas para o os torneios de Sttuttgart, na Alemanha -que marcará o seu retorno-, de Madri, na Espanha, e de Roma, na Itália.

Por não fazer parte do ranking mundial, pois está há mais de um ano inativa, o wild card é a única maneira de entrar nestas competições. Nem no qualifying ela conseguiria uma vaga direta.

O mais incisivo foi Andy Murray, número 1 do ranking mundial masculino.

"Eu acho que você deveria realmente trabalhar no seu caminho de volta. A maioria dos torneios fará o que eles pensam ser melhor para o evento deles. Se eles pensam que ter grandes nomes venderá mais ingressos, eles farão isso", disse ao jornal "The Times".

Até o momento, nenhum dos organizadores dos três Grand Slams que ainda serão realizados em 2017 se manifestaram e há incerteza quanto à participação da russa em Roland Garros, Wimbledon e Aberto dos Estados Unidos.

E para Murray, o Grand Slam de sua terra natal não deveria oferecer esta mordomia para a tenista russa.

"Ela tem uma oportunidade de tentar melhorar o seu ranking e, potencialmente, não precisar de um convite. Se ela não conseguir, a decisão passará a ser unicamente de Wimbledon e como eles lidarão com isso. Eu tenho certeza que eles pensarão a longo prazo com cuidado, e como eles sentem que as pessoas verão isso para tomar a decisão correta para eles", completou.

Bernard Giudicelli, novo presidente da Federação Francesa de Tênis, entidade organizadora de Roland Garros, já se mostrou contrário a um convite para a jogadora. A competição tem início em 28 de maio.

"Não podemos investir um milhão e meio de euros (cerca de R$ 5 milhões) na luta contra o doping e logo convidar uma jogadora punida pelo consumo de um produto proibido", disse o cartola ao jornal francês "L'Equipe".

Com o fim da suspensão chegando, Sharapova já tem pego pesado nos treinos, como vem mostrando em seu perfil no Instagram, com exercícios na academia e na quadra. Ela, inclusive, passou um tempo na Academia da IMG -uma das principais do mundo- no mês de fevereiro.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias