Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Recurso de Neymar no Carf tem pedido de vista e é adiado para março

Loading...

ESPORTES

Recurso de Neymar no Carf tem pedido de vista e é adiado para março

BEATRIZ FERRARI

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O julgamento de Neymar no Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais) foi suspenso e adiado no fim da tarde desta quarta-feira (8), após membros do órgão exigirem pedidos de vistas do processo. O jogador do Barcelona é acusado de não recolher impostos como pessoa física, mas como pessoa jurídica, o que lhe conferiria vantagem financeira indevida, de acordo com a denúncia.

Foi o auditor Túlio Teotônio de Melo Pereira quem pediu vistas originalmente, mas a determinação se tornou um pedido coletivo na sequência. O processo voltará à pauta em março e o caso terá de ter definição, uma vez que não cabe outro adiamento.

Em junho de 2015, a Receita Federal autuou Neymar de supostamente ter deixado de pagar ao fisco R$ 63,6 milhões de impostos entre os anos de 2011 e 2013. Com multas e correções, o valor chegou a mais de R$ 188 milhões.

Em abril de 2016, Neymar entrou com recurso ao Carf, que é um órgão administrativo do Ministério da Fazenda. O processo, portanto, ainda não está na Justiça.

A relatora do caso, Bianca Felicia Rothschild, da 2ª Turma Ordinária da 4ª Câmara do MF do Distrito Federal, analisou contratos firmados pelo atleta com o Santos e a Nike, além de assuntos referentes ao CNPJ da empresa e cessão de imagem.

No seu voto, Rothschild pediu nulidade do auto de infração por falta de fundamentação legal na desconsideração de personalidade jurídica, o que absolveria Neymar. Em plenário, houve empate da Turma em 4 a 4 quanto à nulidade, e a questão foi decidida pelo presidente do órgão, que votou contrário à proposta da relatora.

A auditora dividiu seu voto em partes a serem julgadas separadamente pela Turma. À reportagem, a relatora e os advogados de Neymar explicaram que tal escolha torna difícil estimar valores para a ação. Rothschild, por exemplo, acolhe pedido para que seja descontado o montante já pago pelo jogador como pessoa jurídica, o que ainda precisa ser votado pelos colegas e que pode alterar a quantia final.

Alexandre Pato também foi julgado pelo Carf nesta quarta-feira (8). O ex-jogador de Corinthians e São Paulo, atualmente na China, foi condenado a pagar indenização de R$ 5 milhões.

Na audiência de Neymar, a relatora colocou em pauta:

- A exclusão da base de cálculo contratos de Neymar com terceiros;

- Considerou válidos os contratos de 2006 a 2009 entre Neymar e empresa da família;

- Que o contrato com o Santos seja caracterizado contrato de trabalho;

- Não aplicação da multa de 150% no contrato entre Neymar e Santos.

Pessoa jurídica x pessoa física

A divergência entre Carf x família Neymar ocorre, basicamente, pelo fato de os representantes do jogador alegarem que esses rendimentos foram declarados como pessoa jurídica, que tem alíquota de até 15%, menor em relação à física (27,5% de impostos). A família usou três empresas nesses acordos (NR Sports & Marketing; N&N Consultoria; e N&N Administração de Bens).

O estafe de Neymar cita o artigo 129 da Lei 11.196 que permite a utilização de pessoa jurídica para atividades culturais e artísticas, com fins de direito de imagem.

A defesa de Neymar sustenta que mais de 100 acordos no período de 2011 a 2013 não eram de vínculos empregatícios, mas de contratos pessoais de Neymar com multinacionais.

O Carf é a segunda instância administrativa para análise de processos tributários.

O caso ainda não chegou à Justiça comum. O processo poderá passar pela câmara especial do Carf.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 21/02

CARLOS FRANCISCO DA SILVA, 57 anos
JECYR MASTRO, 91 anos
DULCINEIA RODRIGUES, 37 ANOS
MARIA DE FÁTIMA DA SILVA, 63 ANOS

IVAIPORÃ
ADON SCHMIDT DE OLIVEIRA, 63 ANOS

JANDAIA DO SUL 21/02

GERALDA GARCIA DE OLIVEIRA, 74 anos
CARLOS ORTIS SANCHES, 63 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1904 · 18/02/2017

12 15 18 21 51 56