Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Pressionado por orçamento, Grêmio abre portas para novas vendas

Loading...

ESPORTES

Pressionado por orçamento, Grêmio abre portas para novas vendas

MARINHO SALDANHA

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Grêmio está pressionado por algo que ele próprio determinou: o orçamento. Com previsão de receber R$ 60 milhões no ano com vendas de jogadores, a lista de liberados do Tricolor não vai parar em Walace.

Com o fechamento das principais janelas de transferências, é pouco provável que outros jogadores saiam para o exterior nos próximos dias. Restam, porém, clubes de Rússia, Ucrânia, China e Japão como destino. Luan, por exemplo, já foi alvo dos chineses em outra oportunidade e uma nova investida não seria novidade.

Mas não é a tendência. Pensando na Libertadores, o Grêmio quer manter o que resta do grupo. Não está disposto a vender Pedro Geromel, por exemplo. Mesmo alvo de outros clubes, o defensor deve permanecer. O mesmo vale para o atacante Pedro Rocha.

Porém, o problema não estará resolvido, apenas postergado. Na próxima janela de negociações, em junho/julho, o Tricolor precisará 'fazer' R$ 40 milhões. Já que dos R$ 33,5 milhões movimentado na negociação do Walace, foram R$ 20 milhões creditados à conta azul, branca e preta.

"Temos R$ 60 milhões em vendas de jogadores previsto no orçamento. Se não vier isso, nosso orçamento fica descoberto. Temos que fazer R$ 60 milhões para o equilíbrio do caixa em 2017. Dizer que não sai mais ninguém, é agredir o orçamento", disse o vice de futebol Odorico Roman. "Me preocupa primeiro, antes de reforços, as folhas de pagamento dos próximos meses", completou.

O problema é que o sonho de conquistar a Libertadores pode esbarrar nisso. Ao contrário dos anos anteriores, a competição se estenderá até o fim do ano e jogadores que saírem na próxima janela não participarão de uma eventual fase final da Copa.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias