Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Diretor corintiano revela conversa de Kazim com Drogba e critica negociação Comente

Loading...

ESPORTES

Diretor corintiano revela conversa de Kazim com Drogba e critica negociação Comente

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Em entrevista à Rádio Jovem Pan, o diretor de futebol do Corinthians, Flávio Adauto, voltou a mostrar contrariedade à chance de Didier Drogba ser contratado. Adauto foi contra ao negócio até a sexta-feira, quando pesou a palavra do presidente Roberto de Andrade para os corintianos avançarem pelo marfinense e enviassem um emissário para Londres, o ex-superintendente de marketing Gustavo Herbetta. Adauto disse que Kazim, reforço do clube, falou no sábado com Drogba e o jogador não estava por dentro das tratativas.

"Uma negociação desse tipo leva muito tempo, não pode se fazer na base do ufanismo, na base do 'ouvi dizer'. Acho que o correto seria ter tudo acertado com Drogba, anunciar e fazer uma festa. O presidente anunciaria, o marketing, o vôlei, não importa quem. Importa é que o Corinthians faria um negócio bom", declarou Flávio Adauto.

"Não mudou nada de ontem para hoje. Eu pergunto ao presidente, quem está lá falando por nós? Quem responde pelos valores que vi, discutimos? De onde vieram os valores? Acertamos os salários, as necessidades sem nenhum problema, mas o L'Equipe publica uma matéria dizendo que ele não tinha sido procurado. Criou-se um problema, mas não um atrito. Mesmo porque no marketing não tem ninguém, o Fernando Sales que assumiu (diretor) não participou de nada e quem estava lá não está mais. A coisa é confusa", criticou.

"Tenho um grande medo de que a gente frustre a torcida, porque não vejo uma negociação com firmeza e com garantia de que o cara vem. Não sei o nosso estágio, houve uma precipitação, mas espero que vingue em nosso favor, na vinda do jogador", concluiu Flávio Adauto.

O diretor de futebol se referiu à publicação do interesse do Corinthians em Drogba antes do negócio ser fechado. Ele fez críticas mais claras: "fui procurado pelo presidente, 'olha, está havendo um movimento para ter uma grande atração, e o que acham do Drogba? Pensei, 'puxa vida, legal', achamos bacana e saímos de cena, conversarmos entre nós (no futebol). Tivemos na sequência a divulgação, eu vejo em todos os sites, blogs, manchetes na internet, o Twitter, e aí fiquei muito preocupado. Colocamos uma vontade do clube na frente da razão", reclamou.

Por fim, Flávio Adauto novamente questionou a negociação. "Ontem, o Kazim conversou longamente com o Drogba a nosso pedido, e ele disse que não sabia o que estava acontecendo. Se o empresário está cuidando, o Gustavo Herbetta do Corinthians...".

As negociações entre Corinthians e Drogba prosseguem em Londres, mas dirigentes do clube estão pessimistas. Representantes do atleta afirmam que as tratativas com o Olympique Marseille-FRA estão mais adiantadas para a volta dele à França.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias