Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Corintianos presos no Rio contam em carta medo de guerra entre facções

Loading...

ESPORTES

Corintianos presos no Rio contam em carta medo de guerra entre facções

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Corintianos presos no Rio de Janeiro há mais de 80 dias sem julgamento enviaram uma carta a colegas da torcida organizada da qual fazem parte relatando medo da guerra entre facções criminosas que dominam o Complexo Penitenciário de Bangu, onde estão presos. Eles pedem ajuda para conseguir transferência de presídio.

A carta, escrita a mão e datada de 10 de janeiro de 2017, foi entregue a familiares dos presos durante visita recente. "Estamos vivendo dentro desse inferno chamado Bangu 10", começa a mensagem, que depois fala da transferência de 600 detentos que seriam da facção criminosa ADA (Amigos dos Amigos) para a unidade onde estão os corintianos.

"Depois que os cara tomou a cadeia estamos vivendo no nosso limite, sem direito a água pão e rango. Parça, a cadeia tá tensa e mais dia menos dia a cadeia vai virar e nós estamos no meio do fogo cruzado, no meio de duas facções correndo risco de vida", afirmam na carta.

Segundo o presidente da torcida organizada da qual os autores da carta fazem parte, e que pediu para não ser identificado até ter a autorização da família dos detentos, os advogados do grupo já foram informados da situação e pediriam providências ao governo do Rio de Janeiro.

A mensagem é assinada por quatro integrantes de uma torcida organizada corintiana e endereçada ao presidente da torcida. Junto com eles, outros corintianos de outras organizadas e independentes seguem presos indefinidamente.

Eles estão presos preventivamente desde uma briga nas arquibancadas do Maracanã em partida do time paulista contra o Flamengo, em 23 de outubro do ano passado. Na ocasião, a PM carioca mandou as mulheres e crianças saírem, após o jogo, e manteve detidos na arquibancada 3.000 corintianos para identificação. Ao todo, 31 deles foram presos. No grupo, estão alguns que comprovadamente não estavam na confusão. Câmeras de segurança mostram eles em outros pontos da arquibancada na hora da briga ou mesmo fora do estádio, mas seguem presos.

No dia seguinte, a Justiça transformou a prisão em flagrante dos torcedores em preventiva. Na decisão da juíza Marcela Caram, constavam imagens de TV de apenas quatro dos 31 presos. Os outros foram reconhecidos por quatro policiais. Desde então, dois deles haviam conseguido habeas corpus e um menor foi solto pela Vara da Infância e da Juventude, ao constatar que ele não participou da briga. Em meados de dezembro, mais um corintiano foi solto.

A denúncia do Ministério Público contra os torcedores é de tumulto em eventos esportivos, lesão corporal, dano ao patrimônio público, resistência, corrupção de menor e associação criminosa. Se condenados, as penas podem chegar a 21 anos de prisão.

A Secretaria de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro ainda não se manifestou sobre o alegado risco à vida dos torcedores e o pedido de transferência deles.

VEJA A CARTA ENVIADA PELOS CORINTIANOS NA ÍNTEGRA:

"Rio de Janeiro 10 de janeiro de 2017

Salve XXX venho por meio desta carta passar o que realmente estamos vivendo dentro desse inferno chamado Bangu 10. Irmão a fita é o seguinte, não sei se você ouviu falar sobre a transferência de 600 presos do A.D.A. pra cá o que acontece é o seguinte, depois que os caras tomou a cadeia estamos vivendo no nosso limite, sem direito a água, pão e rango. Parça a cadeia tá tensa mais dia menos dia a cadeia vai virar e nóis estamos aki no meio do fogo cruzado no meio de 2 facções correndo risco de vida. Por isso estamos te passando essa visão pra que você corra aí fora por nois como nois daria nossa vida pela torcida. Queremos que você faça essas ideia espandir caia no ouvido de quem for possível pra que tire ou transfira nois daki o mais rápido possível. Irmão comova todos, parceiro nosso e lute por nois! Esse é nosso pedido de coração. Forte abraço! Contamos com vocês! Como sempre lutamos pela torcida hoje estamos precisando que a torcida lutem por nois... Obrigado XXX fé em Deus..."

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias