Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Chapa oficializa inscrição de 'casal Crefisa' em eleição no Palmeiras

Loading...

ESPORTES

Chapa oficializa inscrição de 'casal Crefisa' em eleição no Palmeiras

GUILHERME SETO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Na manhã desta quarta-feira (11), a chapa "Palmeiras Forte", que conta com o maior número de conselheiros no Palmeiras e é encabeçada pelo ex-presidente Mustafá Contursi, protocolou na secretaria do clube a sua lista de candidatos à eleição do conselho deliberativo, marcada para 11 de fevereiro.

Entre os nomes estão Leila Pereira, presidente da Crefisa e da Faculdade das Américas, patrocinadoras do Palmeiras, e José Roberto Lamacchia, seu marido. Eles são vistos pela chapa como os possíveis "puxadores de votos": como a eleição é no sistema proporcional, com o grande número de votos que receberiam eles ajudariam a eleger outros candidatos da chapa.

A "Palmeiras Forte" protocolou a candidatura logo pela manhã do primeiro dia possível de inscrições, que irão até o dia 26. As primeiras chapas recebem números baixos e que são mais fáceis de memorizar para o dia da eleição.

Até 26 de janeiro, é possível fazer modificação nos nomes dos inscritos. Sócio do Palmeiras desde 1955, Lamacchia é um plano B da chapa e dos patrocinadores diante do cenário de possível impugnação da candidatura de Leila Pereira, determinada pelo ex-presidente Paulo Nobre antes que deixasse o mandato em dezembro. Caso Maurício Galiotte, atual mandatário, decida que a impugnação deve ser mantida, Lamacchia sairia como candidato e se certificaria de que o casal teria uma cadeira no conselho.

A decisão sobre a impugnação ou não da candidatura de Leila Pereira é a grande sinuca de bico da gestão de Galiotte. Apoiado por Nobre e Mustafá, ele terá que tomar uma decisão que agrade a um dos lados, o que pode significar o abalo da relação com um dos ex-presidentes.

Além disso, também estão em jogo os R$ 66 milhões anuais que a patrocinadora coloca no clube. A renovação do contrato entre as partes tem que ser definida até o final de fevereiro.

Nobre diz que Leila não pode concorrer porque seu título é de 2015, e o clube exige ao menos oito anos de sócio para se candidatar ao conselho. Mustafá e seus correligionários, por outro lado, argumentam que o ex-presidente teria dado um título benemérito a Leila em 1996, o que a qualificaria ao pleito.

Nesta eleição serão escolhidos 76 novos conselheiros e 15 suplentes para um mandato de quatro anos.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

MARILÂNDIA DO SUL 22/01

GENEROSA PEREIRA DO NASCIMENTO, 88 anos

ARAPONGAS 21/01

DEVANIL NAREZE, 71 ANOS

MEGA SENA

CONCURSO 1896 · 21/01/2017

03 06 14 15 21 25