Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Sem marcar gols há um mês, Gabriel Jesus acumula nove cartões no Brasileiro

Loading...

ESPORTES

Sem marcar gols há um mês, Gabriel Jesus acumula nove cartões no Brasileiro

JOSÉ EDGAR DE MATOS

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Inegavelmente, Gabriel Jesus encerrará o Campeonato Brasileiro como um dos principais destaques da competição. No entanto, a reta final da Série A, palco da intensa disputa pelo título, tem apresentado outra versão do goleador, que acumulou contra o Figueirense, no último domingo (16), o terceiro cartão amarelo consecutivo.

Fora do duelo do próximo final de semana contra o Sport, no Allianz Parque, em virtude do acúmulo de advertências, Gabriel Jesus soma nove cartões amarelos nesta edição de Campeonato Brasileiro. São três suspensões automáticas já nesta competição.

O número acentuado de cartões quase se equipara ao de gols anotados pelo centroavante palmeirense na Série A. Jesus, que perdeu a artilharia neste final de semana para Fred, estacionou nos 11 gols em setembro.

O jejum incomoda Gabriel Jesus, que balançou as redes pela última vez no empate por 1 a 1 com o vice-líder Flamengo, no dia 14 do mês passado.

A seca resulta em uma quebra na eficiência demonstrada por Gabriel Jesus no início da competição. Nos últimos dez jogos em que participou, o camisa 33 anotou somente este solitário gol do duelo contra o Flamengo.

Neste mesmo período, a questão disciplinar do centroavante piorou. São seis cartões amarelos recebidos, os quais resultaram em duas suspensões automáticas.

Além de perder o duelo do final de semana contra o Sport, Gabriel Jesus ficou fora simplesmente do dérbi da 26ª rodada contra o Corinthians (Palmeiras venceu por 2 a 0, em Itaquera).

Ao mesmo tempo no qual acumula mais cartões, Gabriel Jesus sofre com as marcações adversárias. O próprio Cuca usou o duelo do último domingo para reforçar esta análise; o treinador usou o lance do pênalti responsável pelo primeiro gol palmeirense em Florianópolis.

"O Gabriel Jesus está com um hematoma grande no rosto pela cotovelada. Se foi intencional ou não foi, não cabe a mim. Se é no meio de campo, ia ser dada a falta. O árbitro estava a três metros do lance, então estava bem colocado. A chance de errar estando a três metros do lance é mínima", declarou o técnico palmeirense.

O crescimento no número de cartões, no entanto, conflita com a tese de que Gabriel Jesus tem apanhado e batido mais nesta reta final de Campeonato Brasileiro, mais precisamente desde o final dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

De acordo com dados do Footstats, Jesus sofria 3,6 faltas por partida antes da medalha de ouro; agora, a média caiu para 3,1. Em questões técnicas defensivas, Gabriel também evoluiu: comete 1,8 infrações por jogo, contra 2,9 antes do período Olímpico.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias