Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Foi um pouco demais, diz Michel Bastos sobre cobrança da torcida

Loading...

ESPORTES

Foi um pouco demais, diz Michel Bastos sobre cobrança da torcida

ADRIANO MANEO
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Depois de ouvir um apitaço vindo da torcida a cada momento em que tocava na bola, durante a partida contra o Novorizontino, nesta quarta (24), no Pacaembu, o meia Michel Bastos avaliou que o protesto e a cobrança da torcida na última semana foram excessivas.
"Acho que foi um pouco demais, mas, como já falei, para estar em um time como o São Paulo você tem que estar disposto a tudo", afirmou o jogador.
"Estou ciente que muitas vezes, até pela performance que já tive no passado, não tive as mesmas atuações, então por isso fui cobrado e, nesse sentido, acato e respeito toda a atitude do torcedor. Mas a coisa fugiu disso um pouco e me entristeceu", disse.
O jogador concordou que a questão do pacto de silêncio acordado pelos jogadores recaiu sobre ele, mas explicou que aceitou as cobranças para que elas não recaíssem sobre o grupo.
"Eu era o capitão naquele momento e, como capitão, tenho que assumir certas responsabilidades. Foi uma decisão do grupo, mas por isso não me expus. Não falei, deixei as pessoas falarem e muitas coisas caírem sobre mim, inclusive para não prejudicar o grupo. O momento não era oportuno para botar o peso em cima do grupo em geral. Sou bastante forte para assumir e aguentar certas situações", disse.
O meio-campista do São Paulo também afirmou que espera ser a última vez que tenha que falar sobre isso e disse que só conseguirá resolver a situação dentro de campo.
"Já vim preparado para responder sobre isso. Me incomodou, mas sei que o meio para parar com isso é jogando futebol", finalizou.
Bastos foi autor do gol que abriu o placar na vitória da equipe tricolor por 2 a 0.
Rodrigo Caio, autor do segundo gol da partida, também comentou a cobrança sobre o meia e reclamou da atitude da torcida.
"A questão do Michel a gente fica chateado, mas sabemos que ele tem uma cabeça muito boa. É um jogador experiente que já passou por muita coisa na carreira. Claro que a gente fica muito chateado por ele e ainda mais pela atitude da torcida. A gente espera que a torcida nos apoie mesmo com todas as dificuldades", disse o zagueiro.
O São Paulo volta a campo neste sábado (27), contra a Ponte Preta, em Campinas. Após a partida, o treinador do São Paulo, Edgardo Bauza, não quis dizer se Bastos será titular no duelo contra a equipe campineira.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias