Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Brasileira garantida nos Jogos cai na 1ª luta de teste no Rio e vê ouro com rival

Loading...

ESPORTES

Brasileira garantida nos Jogos cai na 1ª luta de teste no Rio e vê ouro com rival

MARCEL MERGUIZO
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma rivalidade recém-criada no taekwondo brasileiro teve mais um capítulo no evento-teste que está sendo realizado no Rio de Janeiro, neste fim de semana. Mesmo sem as lutadoras duelarem.
Na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico, Talisca Reis, 26, conquistou a medalha de ouro na categoria até 49 kg. É a mesma na qual luta a única representante brasileira já assegurada nos Jogos do Rio, Iris Sing, 25, que perdeu logo em sua estreia no evento-teste para a tailandesa Charanavat Napaporn.
A atleta da Tailândia que venceu Iris foi derrotada por Talisca, nas quartas de final. Depois, a lutadora nascida em Rondônia venceu a a francesa Yasmina Aziez e, na final, bateu Huai Hsuan Huang, da China Taipei, medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude de 2014.
"Na verdade, eu nem sequer iria lutar no evento-teste. A gente estava contando com Croácia, Tailândia e China, mas eles não vieram. Esse [evento-teste] não era meu alvo, meu objetivo, meu preparador físico já tinha me dito que não ia nem conseguir levantar a perna", explicou Iris à Folha, antes de embarcar em viagem para Dubai e, depois, Egito, onde espera encontrar suas adversárias olímpicas.
Por meio de sua assessoria de imprensa, Talisca disse que "o clima olímpico do evento" a "fez lutar com toda a garra, como se realmente estivesse nos Jogos e tivesse a missão de trazer o ouro para o taekwondo brasileiro".
Além do título no Rio e dos dez pontos no ranking mundial, Talisca também ganha confiança para a seletiva olímpica do próximo dia 6 de março, no qual enfrenta Natalia Diniz pela vaga de reserva de Iris nos Jogos do Rio.
E é justamente essa seletiva que causou polêmica no fim do ano passado, quando a CBTkd (Confederação Brasileira de Taekwondo) confirmou Iris Sing nos Jogos. Decisão criticada por Talisca na época. As duas lutadoras dizem que não há problemas entre elas.
A classificação antecipada de Iris para a Olimpíada, deixando apenas a vaga de reserva aberta, fez Talisca desistir de participar da primeira seletiva do país para os Jogos, em 17 de janeiro. Mesmo assim, Talisca ainda tem uma segunda chance de ser a reserva de Iris na segunda seletiva, em 6 de março, no Rio.
Para entender o caso é preciso retornar a dezembro de 2015, quando Iris abriu mão da vaga direta na Olimpíada, via ranking olímpico, por ter ficado entre as seis melhores do mundo (foi 5ª) na categoria até 49 kg no fechamento da lista anual.
Na época, a CBTkd, em acordo com a atleta e com o COB (Comitê Olímpico do Brasil) decidiu que o melhor seria Iris ficar com a vaga que o país já tinha direito (uma das quatro), abrindo mão da vaga internacional dela. São dois os motivos.
Primeiramente, a vaga de país sede garante que a atleta seja a quarta cabeça de chave na Olimpíada. Assim, por exemplo, pegaria a melhor do mundo apenas em uma possível semifinal. Caso mantivesse a vaga pelo ranking, Iris teria um lugar pior na chave e nos cruzamentos.
O outro motivo beneficia o país, não a atleta. Caso Iris tenha um problema físico que a tire da Rio-2016, a vaga internacional dela passaria para a sétima colocada do ranking mundial e não para outra brasileira –a não ser que haja uma atleta do país entre as 20 melhores no ranking olímpico entre dezembro de 2015 e junho de 2016.
Em contato com a Folha, em dezembro, o COB disse que, como "a entidade não interfere no processo de classificação e indicação dos atletas, foi solicitado que a CBTkd enviasse um ofício para resguardar a atleta [Iris]". Ainda nas palavras do COB, no ofício, "a CBTkd garante que a atleta será a escolhida para competir na categoria até 49 kg, salvo esteja lesionada. Por isso está sendo feita uma seletiva para a atleta reserva da Iris".

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

01/03/2017 - 12h27

OBITUÁRIO

APUCARANA 01/03

CÉLIA VAZ MORENO, 56 anos 

MARUMBI 28/02

VALDIR RIVELINI, 58 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1907 · 25/02/2017

03 25 35 38 44 48