Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Em clássico sem emoção, Palmeiras e Santos não saem do zero

Loading...

ESPORTES

Em clássico sem emoção, Palmeiras e Santos não saem do zero

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em um clássico pouco empolgante e com muitos erros nos passes e nas finalizações, Palmeiras e Santos empataram por 0 a 0 na tarde deste sábado (20), no Allianz Parque, pela abertura da quinta rodada do Campeonato Paulista.
O jogo, que foi disputado sob forte chuva no segundo tempo, foi marcado por poucas chances de gol e raras defesas dos goleiros Fernando Prass e Vanderlei. Apenas no fim do jogo, o camisa 1 alviverde foi obrigado a evitar o gol certo de Gabriel após rápido contra-ataque santista.
Com o resultado, o Palmeiras, que completou a quinta partida sem vitória (sendo quatro pelo Estadual e uma pela Libertadores), continuou na liderança do Grupo B, com seis pontos.
Já o Santos, que registrou o seu terceiro empate em cinco jogos no torneio paulista, assumiu provisoriamente a ponta da Chave A, com nove. A equipe da Vila Belmiro ainda poderá ser ultrapassada pelo São Bento, que ainda joga na rodada.
Na próxima rodada, o Palmeiras enfrenta o XV de Piracicaba, fora de casa, na quinta-feira (25). No mesmo dia, o Santos recebe o Mogi Mirim na Vila Belmiro.
O JOGO
Por se tratar de um clássico, o jogo deixou muito a desejar no primeiro tempo. Com forte marcação no meio de campo, a partida ficou muito truncada e as duas equipes não conseguiram criar quase nenhuma jogada no ataque, além dos muitos erros nos passes -foram quase 40 antes do intervalo somando os dois times.
Mesmo com muita lentidão na troca de passes, o Santos teve mais posse bola na partida, mas o Palmeiras era mais objetivo e veloz quando atacava. Com isso, o time alviverde conseguiu finalizar mais vezes contra a meta adversária, apesar de nenhuma chance clara de gol.
Já a equipe da Vila Belmiro conseguiu ameaçar o goleiro Fernando Prass somente aos 38min, quando Ricardo Oliveira chutou rasteiro da entrada da área para bela defesa do goleiro do Palmeiras com os pés.
O jogo continuou fraco tecnicamente no segundo tempo, com as duas equipes errando muitos passes e cruzamentos, além do excesso de faltas.
No entanto, com o decorrer do tempo, o jogo ficou mais aberto após as entradas de Gabriel Jesus, no Palmeiras, e Patito Rodriguez, no Santos. Debaixo de uma forte chuva que caiu a partir da metade da etapa final, os times afrouxaram a marcação e houve espaços para os contra-ataques.
Com este cenário, os visitantes foram um pouco melhor no confronto. Mas, houve apenas uma chance clara de gol antes do apito final.
Aos 31min, após rápido contra-ataque, Joel cruzou para Gabriel chutar de bate-pronto e ver o goleiro Fernando Prass espalmar a bola para escanteio e evitar o gol certo do Santos.

PALMEIRAS
Fernando Prass; Lucas, Roger Carvalho, Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos (Arouca), Matheus Sales (Gabriel Jesus), Jean e Robinho (Régis); Dudu e Alecsandro. T.: Marcelo Oliveira.
SANTOS
Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia (Léo Cittadini) Renato, Lucas Lima e Serginho (Pato Rodríguez); Gabriel e Ricardo Oliveira (Joel). T.: Dorival Júnior.
Cartões amarelos: Matheus Sales, Gabriel Jesus e Alecsandro (P); Victor Ferraz, Ricardo Oliveira, Elano, Zeca, Léo Cittadini e Gustavo Henrique (S)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Estádio: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Público: 23.181 pagantes

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias