Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

FPF diz que faixas da Gaviões não ferem lei e 'devem ser respeitadas'

Loading...

ESPORTES

FPF diz que faixas da Gaviões não ferem lei e 'devem ser respeitadas'

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Nesta quinta-feira (18), a Federação Paulista de Futebol divulgou nota em que esclarece que os regulamentos das competições organizadas pela entidade "não vetam a exibição de faixas ou bandeiras de protesto". O texto está relacionado às manifestações que a Gaviões da Fiel tem feito nos últimos meses, em partidas da Copa São Paulo de futebol júnior e do Campeonato Paulista.
"Na visão da FPF, as faixas expostas nos últimos jogos do Campeonato Paulista não feriram esta lei e, assim como qualquer manifestação pacífica, devem ser respeitadas, sem prejuízo ao andamento da partida", diz trecho da nota.
"No caso do clássico de domingo (14) entre Corinthians e São Paulo, por exemplo, o jogo não deveria ter sido paralisado. A FPF defende, sim, a liberdade de expressão, princípio básico da democracia", continua a nota, reprovando a atitude do árbitro Luis Flávio de Oliveira de interromper a partida para pedir a retirada das faixas estendidas pela Gaviões.
As faixas continham os dizeres "quem vai punir o ladrão de merenda" (em referência ao presidente da Assembleia paulista, Fernando Capez (PSDB), investigado na Operação Alba Branca), "futebol refém da Rede Globo", "ingresso mais barato" e "CBF, FPF, vergonha do futebol".
Anteriormente, em partida contra o Capivariano pelo Paulista, a Gaviões exibiu faixas com conteúdo semelhante, o que desencadeou confusão com a Polícia Militar.
A revolta da principal organizada do Corinthians diz respeito à punição imposta pela FPF em função do uso de sinalizadores na final da Copa São Paulo. Desde o início do Paulista, a Gaviões está proibida de abrir faixas nos estádios. Em represália, a torcida já realizou dois protestos na sede da federação.

VEJA A NOTA NA ÍNTEGRA
"A Federação Paulista de Futebol vem a público esclarecer que não se opõe a nenhum tipo de manifestação pacífica durante os jogos, e que seus regulamentos não vetam a exibição de faixas ou bandeiras de protesto.
Não há, tampouco, qualquer orientação por parte da FPF a árbitros, delegados de partida, profissionais envolvidos nos campeonatos paulistas, ou mesmo à Polícia Militar, para que oprimam estes movimentos.
A única regra que versa sobre manifestações em estádios é o Estatuto do Torcedor, legislação federal que veta faixas com mensagens ofensivas.
No entanto, na visão da FPF, as faixas expostas nos últimos jogos do Campeonato Paulista não feriram esta lei e, assim como qualquer manifestação pacífica, devem ser respeitadas, sem prejuízo ao andamento da partida.
No caso do clássico de domingo (14) entre Corinthians e São Paulo, por exemplo, o jogo não deveria ter sido paralisado. A FPF defende, sim, a liberdade de expressão, princípio básico da democracia."

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 03/12

ALTAIR RAIMUNDO DE SOUZA, 46 anos
AMADEU FERNANDES, 58 anos

ARAPONGAS 02/12

DAVI DE SOUZA, 54 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1882 · 03/12/2016

09 10 19 35 37 41