Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Vida de Leandro Almeida no clube vai de xodó de técnico a vilão da vez

Loading...

ESPORTES

Vida de Leandro Almeida no clube vai de xodó de técnico a vilão da vez

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O vilão da vez no Palmeiras tem nome e sobrenome: Leandro Almeida. Depois da falha que resultou no segundo gol do São Bento na última quinta-feira (5), o zagueiro passou a ser hostilizado no estádio e fora dele. Mas nem sempre foi assim.
A contratação de Leandro Almeida era um pedido expresso do "chefe", Marcelo Oliveira. A chegada do zagueiro, aliás, foi acelerada desde o dia em que o novo treinador assinou contrato com a equipe paulista. Ainda na reunião que sacramentou o negócio, Marcelo reforçou o pedido à diretoria palmeirense que gostaria muito de contar com ele, transformando o zagueiro em prioridade para Alexandre Mattos e sua turma.
Por mais de uma vez, ainda quando assinava seu vínculo, o treinador reforçou: ‘quero muito contar com ele, faz parte dos planos e será ótima peça para o elenco‘.
A Crefisa foi acionada e fez o desejo de Marcelo se tornar realidade. Contratado no dia 26 de junho de 2015, menos de 10 dias após a chegada do treinador, o atleta desembarcou em São Paulo após pagamento de R$ 3 milhões ao Coritiba. Ele chegou à capital paulista com tratamento especial e um contrato de quatro anos.
O sonho, no entanto, viraria rapidamente um pesadelo. Leandro não emplacou e ficou longe de repetir o desempenho que teve com o treinador em passagens anteriores.
INÍCIO RUIM
Em agosto, o jogador falhou de maneira bizarra contra o Cruzeiro, no Mineirão. O atleta praticamente tropeçou em frente à bola, deixando o adversário livre para fazer o cruzamento que terminaria em gol. No jogo seguinte, viu o Coritiba vencer o jogo com um gol que saiu após lançamento nas suas costas. Em setembro, foi expulso e apontado como principal responsável pela derrota para o Internacional.
O suporte de Marcelo, então, passou a ser colocado em dúvida. Durante a janela de transferência, seu nome chegou a ser vinculado em possíveis empréstimos, mas nenhuma negociação se efetivou. Na primeira coletiva do ano, chegou a emocionar os torcedores ao lembrar o sonho do pai em vê-lo com a camisa alviverde.
OS CANDIDATOS A SUBSTITUTOS
Com a chegada de Edu Dracena, Leandro teria menos chance, mas a lesão do ex-corintiano fez o técnico escalá-lo. Já no segundo jogo oficial da temporada, voltou a falhar e viu o treinador, que antes era só elogios, criticá-lo publicamente e avisar que ele não fazia mais parte dos planos para a equipe titular
Agora, o treinador deve dar chances a Roger Carvalho e Thiago Martins. Nathan, criado na base e xodó da torcida, ainda não deve receber uma chance. A tendência, no entanto, é que Edu Dracena forme a zaga titular ao lado de Vitor Hugo daqui para frente, especialmente na estreia da Libertadores.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 08/12

ÂNGELO RODRIGUES, 70 anos

CALIFÓRNIA
ENACIR MARIA CARDOSO, 53 anos

JANDAIA DO SUL 08/12

MARIA DO ROSARIO DE SOUZA BORGES, 50 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1883 · 07/12/2016

16 27 28 47 59 60