Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Leandro Almeida vira vilão e defesa volta a ser dor de cabeça

Loading...

ESPORTES

Leandro Almeida vira vilão e defesa volta a ser dor de cabeça

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Leandro Almeida não deve ter dormido bem esta noite. O zagueiro falhou em uma saída de bola e virou vilão no empate do Palmeiras por 2 a 2 com o São Bento na noite de quinta-feira, no Pacaembu. Teve que aguentar as vaias da torcida e as declarações do técnico Marcelo Oliveira de que ele será sacado do time titular. Não bastasse isso, a falha ainda mostrou que a defesa voltou a ser dor de cabeça para o time em 2016.
O setor defensivo havia sido um dos maiores problemas do Palmeiras no ano passado. O time sofreu gols em todos os últimos 19 jogos de 2015. Não à toa, a equipe terminou o Campeonato Brasileiro na nona colocação, sendo a quarta defesa mais vazada com 51 gols.
A desorganização na retranca fez com que Marcelo Oliveira tivesse índices piores que seu antecessor Oswaldo de Oliveira. Com o atual treinador, o Palmeiras fez 44 jogos e levou 57 gols, uma média de 1,29 por jogo. Já com o Oswaldo, foram 26 gols sofridos em 31 partidas (média de 0,84).
Neste ano, o time até havia começado bem no quesito. Nos primeiros três jogos da temporada, nos amistosos contra Libertad-URU e Nacional-PAR e na estreia do Paulista contra o Botafogo-SP, não havia levado um gol sequer. Leandro Almeida vinha sendo elogiado.
Mas diante do São Bento o retrospecto ruiu. O time começou bem o jogo e abriu o placar, mas cedeu o empate em uma falha de Egídio que permitiu que Éder ficasse livre na área para marcar. Mas foi o erro de Leandro que mais chamou atenção. Em um lance aos 41 minutos do primeiro tempo, ele tentou sair jogando, acabou entregando de graça a bola para Morais, que ainda deu uma caneta antes de marcar um golaço que deixaria o São Bento em vantagem no placar por 2 a 1.
Foi o suficiente para Leandro virar o vilão do jogo. A torcida começou a pegar no pé do atleta e a vaiá-lo toda vez que ele encostava na bola. Nem Marcelo Oliveira o poupou depois do jogo. Ao contrário. Na coletiva, expôs o jogador dizendo que ele teve uma noite infeliz e anunciou que ele estaria fora do time titular para dar lugar a outro atleta.
Os colegas ficaram solidários e pretendem ajudá-lo. Companheiro de zaga de Leandro, Vitor Hugo já passou por maus momentos quando falhou no clássico contra o Corinthians no Paulistão do ano passado. Agora quer prestar seu apoio.
"Quero abraçar, dizer que estamos juntos, dar força. Eu mesmo errei no começo do ano passado e todo mundo me abraçou. Faz muita diferença quando está todo mundo junto. Ele errou, faz parte do futebol, todo mundo é passível ao erro. Vou conversar muito com ele, ele vinha de uma sequência muito boa, nos passando segurança nos amistosos e no jogo contra o Botafogo. Ele tem que continuar confiando no trabalho dele e vai superar esse momento".
Com a saída de Leandro, Roger Carvalho deve ter chance, mas os problemas na zaga do Palmeiras estão longe de terminar. Desde o ano passado, o time perdeu jogadores importantes. Jackson voltou para o Inter e o atleta mais experiente que seria usado para dar estabilidade ao time se machucou. Edu Dracena, que foi titular nos dois primeiros jogos do ano ao lado de Leandro, sofreu uma lesão muscular na panturrilha direita e só deve voltar no fim do mês.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 03/12

ALTAIR RAIMUNDO DE SOUZA, 46 anos
AMADEU FERNANDES, 58 anos

ARAPONGAS 02/12

DAVI DE SOUZA, 54 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1881 · 30/11/2016

03 10 30 44 53 56