Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Neymar pede que Justiça rejeite denúncia do Ministério Público

Loading...

ESPORTES

Neymar pede que Justiça rejeite denúncia do Ministério Público

CAMILA MATTOSO E GRACILIANO ROCHA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os advogados do atacante Neymar apresentaram nesta quarta-feira (3) um pedido para que a Justiça não aceite a denúncia feita pelo Ministério Público Federal, de sonegação fiscal e falsidade ideológica, na qual ele, o pai e dois dirigentes do Barcelona são acusados.
A defesa do jogador argumenta que os processo administrativos que embasam o procurador-chefe Thiago Lacerda Nobre ainda estão em andamento na Receita Federal, o que, juridicamente, inviabilizaria uma ação penal neste momento.
Assim que soube das alegações, o Ministério Público Federal já respondeu à petição e deu seguimento à denúncia, na tentativa de derrubar as justificativas dos representantes do atleta.
A expectativa é de que, ainda nesta semana, o juiz Mateus Castelo Branco tome alguma decisão sobre o assunto, aceitando ou rejeitando as acusações do procurador. Se aceitar, os quatro acusados vão virar réus na Justiça. Caso contrário, o Ministério Público ainda poderá recorrer.
DENÚNCIA
Para o Ministério Público Federal, o pai de Neymar foi o "principal mentor e articulador de uma série de fraudes contratuais para o uso do direito de imagem de Neymar" e "a conduta do jogador, com a participação dos demais denunciados, gerou prejuízos milionários aos cofres públicos".
Nesta terça (2), com a quebra do segredo de justiça do processo, o órgão se pronunciou pela primeira vez sobre a acusação de sonegação fiscal e falsidade ideológica contra Neymar, Neymar da Silva Santos e os cartolas do Barcelona Sandro Rossel e Jose Maria Bartomeu.
Neymar pai e o filho negam as acusações e questionam o procurador da República Thiago Lacerda Nobre, autor da denúncia.
São investigadas empresas criadas para, segundo o MPF, pagar menos impostos dos vencimentos e contratos de publicidade do atleta quando ele atuava no Santos, de 2009 a 2013.
A investigação aponta que as empresas criadas não tinham estrutura para gerenciar a carreira do atleta, pois contavam com apenas dois funcionários, ambos seguranças.
No Brasil também se investiga, como na Espanha, os valores desembolsados pelo Barcelona para contratar o jogador.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 04/12

ONOFRE CIUFFI, 78 anos
TEREZINHA ARAUJO SOARES, 69 anos
ANGELINA MENEO PALUSSIO, 91 anos 
DIONISIO REMES, 60 anos
NATIMORTO, 0 anos
LINDOLFO HEINZ, 72 anos

APUCARANA 03/12

ALTAIR RAIMUNDO DE SOUZA, 46 anos
AMADEU FERNANDES, 58 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1882 · 03/12/2016

09 10 19 35 37 41