Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Denver troca ataque poderoso por defesa sólida em busca do Super Bowl

Loading...

ESPORTES

Denver troca ataque poderoso por defesa sólida em busca do Super Bowl

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Há dois anos, o Denver Broncos chegava ao Super Bowl, a grande final da NFL --liga profissional de futebol americano dos Estados Unidos--, com um ataque fulminante.
Na temporada 2013/14, o time se estabeleceu como uma máquina de marcar pontos. Foram 76 touchdowns, 22 a mais do que o Cincinnati Bengals, segundo colocado nessa estatística na época. Só na temporada regular, a equipe de Denver anotou 606 pontos, mais do que qualquer outra equipe na história da NFL no mesmo campeonato.
O ataque, porém, não funcionou no Super Bowl de 2014. Os Broncos foram massacrados pelo Seattle Seahawks por 43 a 8.
Um ano depois, as coisas mudaram em Denver. E muito.
Hoje, a franquia não tem mais aquele ataque mortal. Na temporada regular, por exemplo, conquistou 5.688 jardas, apenas o 16º melhor nessa estatística. O primeira colocado foi o Arizona Cardinals (6.533 jardas).
Os Broncos tiveram uma média de 22.2 pontos por jogo (o 19º melhor), mesmo tendo o experiente Peyton Manning, 39, como quarterback (lançador), apesar de ter perdido seis jogos por causa de uma contusão.
Agora, a franquia aposta mesmo é na sua forte defesa para levar o seu terceiro Super Bowl --já venceu em 1998 e 1999.
O time que hoje é comandado pelo técnico Gary Kubiak, ex-coordenador ofensivo do Baltimore Ravens, tem a melhor defesa da NFL. Cedeu apenas 4.530 jardas aos adversários na temporada regular. Ficou à frente até mesmo do Seattle Seahawks (4.668 jardas), que chegou ao Super Bowl nos últimos dois anos e é modelo de como se monta uma forte defesa.
"Eles [defensores dos Broncos] podem se defender de várias maneiras. Fazem um trabalhão seja lá o que é pedido. É a melhor [defesa]", disse John Elway, diretor geral dos Broncos.
A equipe de Denver foi a que menos cedeu jardas em passes (3.193) e a que mais fez sacks (52), que é quando um jogador derruba o quarterback adversário quando este está com a bola.
Tom Brady, do New England Patriots, sofreu no último domingo (24). Ele foi derrubado quatro vezes com a bola nas mãos. Além disso, foi tocado outras 23 vezes.
"Nós conseguimos colocar pressão nele. É deste modo que você precisa jogar contar um jogador como o Brady", afirmou Elway.
Contra os Broncos, Brady conseguiu apenas um passe para touchdown, e já no fim da partida. Ele completou 27 de 56 passes.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

ARAPONGAS 06/12

VICTOR FUGANTI, 94 ANOS

ANTÔNIO JACOMETO, 81 ANOS

GUILHERME GONÇALVES SOARES, 17 ANOS

APUCARANA 05/12

APUCARANA YOSHIMATSU NIKI, 99 ANOS
JOSÉ BECEL, 80 ANOS
SULINA ANTÔNIO DA SILVA, 82

MEGA SENA

CONCURSO 1883 · 07/12/2016

16 27 28 47 59 60