Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Proibição da CBF faz com que STJD não possa julgar casos da Primeira Liga

Loading...

ESPORTES

Proibição da CBF faz com que STJD não possa julgar casos da Primeira Liga

CAMILA MATTOSO E MARCEL RIZZO
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A decisão da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) de não autorizar a realização do torneio da Primeira Liga em 2016 fará com que o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) se coloque incompetente para julgar os casos que aconteçam na competição organizada pela liga Sul-Minas-Rio.
A Primeira Liga pretendia, num primeiro momento, criar uma comissão especial dentro do STJD para julgar expulsões e problemas disciplinares de seu torneio. Mas, na semana passada, o diretor jurídico da liga, Eduardo Carlezzo, entrou em contato com o presidente do STJD, Caio César Rocha, falando que usaria a estrutura normal do tribunal (comissões de primeira instância e o pleno).
"O artigo 23 do CBJD [Código Brasileiro de Justiça Desportiva] coloca o tribunal em uma situação que não pode julgar os casos relacionados à liga, a partir do momento que a CBF não reconheceu o campeonato", disse à Folha Ronaldo Botelho Piacenti, vice-presidente do STJD.
O artigo 23 diz que "compete às Comissões Disciplinares do STJD processar e julgar as ocorrências em competições interestaduais e nacionais promovidas, organizadas ou autorizadas por entidade nacional de administração do desporto, e em partidas ou competições internacionais amistosas disputadas por entidades de prática desportiva".
A direção do STJD entende que o fato de a liga não ser organizada por uma entidade nacional de administração do desporto deixa o órgão incompetente para ser o tribunal da competição. A solução seria a liga cria sua própria comissão disciplinar.
Segundo Eduardo Carlezzo, houve uma troca de ofícios entre o liga e o STJD, na qual a liga solicitou ao tribunal que exercesse sua competência disciplinar sobre a competição, bem como solicitou a criação de uma comissão disciplinar específica, dentro da estrutura do STJD, para o julgamento dos casos em primeira instância, sujeita as demais regras do órgão.
"Posteriormente, informamos ao STJD que não iríamos criar esta comissão específica, e que estávamos plenamente satisfeitos com a atuação integral do tribunal nos assuntos disciplinares da competição", disse Carlezzo.
Segundo ele, a liga ainda não foi informada oficialmente de nenhuma mudança com relação à jurisdição do STJD.
A primeira rodada da Primeira Liga terá início nesta quarta (27), com quatro partidas. O torneio reúne 12 clubes dos três estados da Região Sul, de Minas Gerais e do Rio.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 05/12

APUCARANA YOSHIMATSU NIKI, 99 ANOS
JOSÉ BECEL, 80 ANOS
SULINA ANTÔNIO DA SILVA, 82

APUCARANA 05/12

YOSHIMATSU NIKI, 99 anos

SULINA ANTONIA DA SILVA, 82 anos

JOSE BECEL, 80 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1882 · 03/12/2016

09 10 19 35 37 41