Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

CBF estuda não aproveitar árbitros que apitarem na Primeira Liga

Loading...

ESPORTES

CBF estuda não aproveitar árbitros que apitarem na Primeira Liga

CAMILA MATTOSO E MARCEL RIZZO
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Amparada por um documento de regras internas, a CBF estuda não aproveitar os árbitros que apitarem os jogos da Primeira Liga, torneio da Sul-Minas-Rio que começa nesta quarta (27).
De acordo com um manual da categoria, os profissionais convidados a atuarem em jogos amistosos ou de outras competições têm o dever de comunicar a Comissão de Arbitragem da entidade.
A Folha de S.Paulo apurou que nenhum dos juízes convocados para a rodada de abertura da competição organizada pela liga Sul-Minas-Rio avisou ao órgão.
Segundo informações obtidas pela reportagem, a confederação já informou extraoficialmente a alguns árbitros que não vê com bons olhos a participação.
O artigo 25, inciso XVII, do documento de "diretrizes para seleção de árbitros, assessores de campo e de vídeo, inspetores, tutores e auditores de arbitragem" versa sobre o assunto: "comunicar à CA- CBF, via CEAF local, sobre qualquer participação em competições não oficiais".
Marco Antônio Martins, presidente da Anaf (Associação Nacional dos Árbitros de Futebol), porém, contesta a versão e disse que a CBF não precisa ser comunicada sobre quais árbitros vão apitar na Primeira Liga.
"Somos autônomos, para que comunicar a CBF?", perguntou Martins.
Segundo ele, os árbitros sempre participam de competições e nunca foi solicitado pela CBF qualquer comunicação. Ele também não acredita em punições aos que participarem da Primeira Liga.
"Se a CBF punir, gera vínculo empregatício, CLT, subordinação gera vínculo", disse Martins. "E se não escalarem árbitros em seus torneios porque participaram da liga, e o árbitro provar, é assédio moral".
A Primeira Liga topou pagar 0,5% do total que receber dos direitos de TV do torneio aos árbitros, uma reivindicação antiga da categoria e que não foi incluída no Profut, lei de responsabilidade fiscal do esporte, como os árbitros queriam.
Os árbitros foram escolhidos em uma audiência pública, realizada na segunda (25), na sede da Anaf, em Santa Catarina.
Célio Amorim, Charles Martins Lemos, Heber Roberto Lopes, Ronan Marques da Rosa, Erick Giovanni Fernandes e Arilson Bispo da Anunciação foram os sorteados para a primeira rodada do torneio.
Lemos e Fernandes não fazem parte do quadro da CBF, ou seja, não podem trabalhar em competições organizadas pela confederação.
Já Heber Roberto Lopes, 43, é o mais experiente árbitro brasileiro atualmente, liderando partidas apitadas em torneios da CBF com 401 aparições. O segundo, o gaúcho Leandro Pedro Vuaden, tem 237.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 03/12

ALTAIR RAIMUNDO DE SOUZA, 46 anos
AMADEU FERNANDES, 58 anos

ARAPONGAS 02/12

DAVI DE SOUZA, 54 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1881 · 30/11/2016

03 10 30 44 53 56