Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Em Madri, brasileira Tatiana Blass cria painel de bocejos em obra sobre tédio

Loading...

ENTRETENIMENTO

Em Madri, brasileira Tatiana Blass cria painel de bocejos em obra sobre tédio

SILAS MARTÍ, ENVIADO ESPECIAL
MADRI, ESPANHA (FOLHAPRESS) - Indiferentes aos excessos etílicos e financeiros que embalam feiras de arte, os 11 personagens de uma instalação de Tatiana Blass estão morrendo de sono, bocejando em looping eterno em telas de TV, tablets, computadores e também em projeções.
"Bocejo", a mais nova obra da artista, ocupa agora todo o espaço da galeria Johannes Vogt na feira Arco, em Madri. A galeria nova-iorquina representa a brasileira e participa da feira espanhola.
Essas sequências foram filmadas já pensando no evento e usando a tecnologia do equipamento em que seriam exibidas -a cena mostrada num antigo televisor de tubo catódico, por exemplo, foi gravada em VHS, e a do monitor HD, com câmera digital.
Famosa por instalações de peso, como uma sala partida ao meio, um piano afogado em cera quente ou um carro que mandou afundar no pátio da galeria Millan, em São Paulo, Blass agora recua para a arena menos espalhafatosa do vídeo, embora esse trabalho também tenha uma presença física marcante.
Da parede do espaço, saem fios em cascata que alimentam os televisores, como plantas presas à raiz. Suas flores, no entanto, são entediantes manifestações de sono.
"Quis colocar todos os cabos em evidência por causa dessa sensação de gastar tanto tempo envolvido com esses equipamentos elétricos", diz Blass. "É muita energia só para ficar entediado."
Nos monitores, aliás, ocorre uma reação em cadeia, como na vida real. Quando um personagem boceja, outro, na tela ao lado, repete o gesto, como se contagiado pelo sono. Um deles é a apresentadora Marina Person que aparece no vídeo descrevendo um filme em que todos os personagens parecem sofrer de narcolepsia.
Blass, no furacão da Arco, parece afirmar que todo esse caos cansa. Também provoca, como se dissesse que estamos todos cotaminados por uma preguiça profunda do circo da arte contemporânea.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias