Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

"American Idol" estreia última temporada; relembre vencedores

Loading...

ENTRETENIMENTO

"American Idol" estreia última temporada; relembre vencedores

MARIA CLARA MOREIRA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Quando estreou em 2002, o reality show musical "American Idol" ofereceu aos americanos a chance de auxiliar e assistir de perto a ascensão de um novo ícone musical. A premissa emplacou, e o programa se tornou um fenômeno cultural que chegou a registrar 31 milhões de espectadores por episódio.
Dos participantes aos jurados, a competição abriu portas para figuras importantes da indústria musical - alçou à fama de Kelly Clarkson a Simon Cowell -, renovando o formato dos tradicionais shows de calouros e pavimentando o caminho para o "The Voice" e o "The X-Factor", hoje mais bem-sucedidos.
O apresentador Ryan Seacrest e os jurados Jennifer Lopez, Keith Urban e Harry Connick Jr. começaram as despedidas no último dia 6.
No Brasil, as luzes começam a se apagar para o "Idol" na noite desta quarta-feira (13), às 22h, na Sony. Relembre abaixo os sucessos e os fracassos dos vencedores das primeiras 14 temporadas:

1. Kelly Clarkson (2002)
A trajetória da ídolo original começou com "Express Yourself", de Madonna, ainda na audição. Versões de Marvin Gaye, Dionne Warwick e Celine Dion levaram Kelly à final sem nunca ter enfrentado perigo de eliminação.
Com "A Moment Like This", ela deixou o vice-campeão Justin Guarini e os Beatles comendo poeira. Sim, os Beatles: seu hino da vitória quebrou o recorde, então do quarteto de Liverpool, de maior ascensão de uma faixa nas paradas da "Billboard", indo do 52º para o primeiro lugar.
Desde então, Kelly gravou sete álbuns de estúdio. O de estreia, "Thankful" (2003), vendeu 2,7 milhões de cópias só nos Estados Unidos. O seguinte, "Breakaway", rompeu com a imagem do reality show que a formou, adotando uma sonoridade pop-rock que vendeu 15 milhões de cópias no mundo.
Até 2015, a cantora foi indicada a 10 prêmios Grammy, dos quais ganhou três, dois deles para melhor álbum pop. Este ano, volta a concorrer ao principal prêmio da música em duas categorias. O vencedor será anunciado em 16 de fevereiro.

2. Ruben Studdard (2003)
Elogiado por Lionel Richie e Luther Vandross, o cantor gospel e de R&B que imortalizou sua versão de "Superstar", dos Carpenters, venceu o canastrão Clay Aiken em 2003, se tornando o segundo ídolo do reality show.
Em dezembro do mesmo ano, lançou "Soulful", seu disco de estreia, que atingiu a marca de 1 milhão de cópias adquiridas em pré-venda. O trabalho lhe rendeu uma indicação ao Grammy como melhor performance de R&B por "Superstar" - perdeu para o ídolo Vandross.
Assinou mais cinco álbuns, mas nenhum teve a mesma recepção do primeiro. Atualmente, é mais conhecido por ter sido a primeira celebridade de outro reality, o "The Biggest Loser", no qual pessoas acima do peso disputam para ver quem emagrece mais, valendo um prêmio em dinheiro.

3. Fantasia Barrino (2004)
A trajetória de Fantasia na competição teve mais altos e baixos que a de seus antecessores. Então com 19 anos, a cantora ficou entre os competidores menos votados duas vezes, mas performances como "Summertime" - apontada por Randy Jackson como a melhor apresentação da história do programa - e "A Fool In Love" a levaram até a final, na qual derrotou Diana DeGarmo para se tornar a vencedora mais nova da competição.
"I Believe", seu primeiro single, estreou nas paradas musicais em primeiro lugar, tornando Fantasia a primeira artista da história a conseguir tal feito. Lançou quatro álbuns: "Free Yourself" (2004), "Fantasia" (2006), "Back to Me" (2010) e "Side Effects of You" (2013). Foi lembrada 11 vezes pelo Grammy: ganhou como melhor vocal de R&B em 2011 pela canção "Bittersweet".
Fantasia também ficou conhecida por diversificar seus interesses. Em 2005, seu livro de memórias, "Life Is Not a Fairy Tale", chegou à lista dos mais vendidos do jornal "The New York Times". Migrando para o o teatro, a cantora estrelou a versão para os palcos da Broadway de "A Cor Púrpura", em 2007.

4. Carrie Underwood (2005)
Carrie e Kelly disputam o posto de vencedora mais bem-sucedida do "Idol". Desde que venceu Bo Bice em 2005, a queridinha da música country levou para vários casa 13 indicações ao Grammy, vencendo sete. É a cantora mais premiada entre os formados no reality.
Em 2007, menos de dois anos após o fim do programa, seu Grammy de melhor artista nova fez de Carrie a segunda artista country laureada com essa honraria na história, acompanhada apenas por LeAnne Rimes.
Outro feito veio em 2010, quando entrou para o "Guinness" como cantora country com mais músicas que lideraram as paradas norte-americanas.
Nas horas vagas, ela se arrisca como atriz. Em 2010, fez uma ponta no seriado de comédia "How I Met Your Mother", seguida de aparições no filme "Soul Surfer"(2011) e do papel principal no musical para a TV "A Noviça Rebelde", em 2012.
Em dez anos prolíficos de carreira, Carrie lançou cinco álbuns: "Some Hearts" (2005), "Carnival Ride" (2007), "Play On" (2009), "Blown Away" (2012) e "Storyteller" (2015). Ao todo, vendeu cerca de 20 milhões de discos nos Estados Unidos, segundo o jornal "The Wall Street Journal".

5. Taylor Hicks (2006)
Coroado vencedor de uma temporada recorde de audiência, mas de momentos pouco inspirados, ele seguiu para vender três álbuns: o homônimo "Taylor Hicks" (2005), "Early Works" (2008) e "The Distance" (2009) - juntos, venderam cerca de 800 mil cópias.
Hicks pode ter batido Katharine McPhee na final, mas quem levou a melhor foi ela - estrelou sua própria série, o musical "Smash", e continua a trilhar uma carreira modesta na TV em "Scorpion".
Quarto colocado na competição, Chris Daughtry se deu melhor que ambos. Com 9 milhões de cópias vendidas só nos EUA, seus quatro álbuns lhe colocam em terceiro lugar entre os participantes do reality que mais venderam discos.

6. Jordin Sparks (2007)
Jordin Sparks pode não ter igualado Kelly Clarkson ou Carrie Underwood, mas trilhou uma carreira de sucesso considerável após vencer a sexta temporada do programa.
Em 2009, um ano após o lançamento de seu primeiro disco (o homônimo "Jordin Sparks"), ela foi indicada ao Grammy de melhor dueto pop com "No Air", em que dividide os vocais com Chris Brown, mas não venceu.
Desde então, lançou outros dois discos: "Battlefield" e "Righ Here, Right Now", o último com um intervalo de seis anos em relação ao anterior. Ao todo, vendeu 2,5 milhões de discos nos EUA.
Jordin flertou com uma carreira de atriz, estreando no cinema com "Sparkle", no qual contracenou com Whitney Houston. Aparece também em "Left Behind", com Nicholas Cage, e no longa "The Grace of Jake".

7. David Cook (2008)
David Cook viu seu single "The Time of My Life" vender 1,3 milhão de cópias após vencer o favorito David Archuleta com 56% dos votos. Com seu álbum de estreia, "David Cook", bateu o então recorde de Hannah Montana de maior número de músicas a estrearem simultaneamente no top 100 da revista "Billboard" - foram 11, contra seis da estrela infantil.
Cook lançou mais dois discos após vencer o "Idol", o último deles ("Digital Vein") em 2015. Ao todo, vendeu 2 milhões de cópias nos Estados Unidos.

8. Kris Allen ou Adam Lambert? (2009)
Allen se sagrou vencedor, mas foi Adam Lambert que traçou uma carreira de sucesso. Se o primeiro vendeu 785 mil cópias somando o desempenho de quatro álbuns, o vice-campeão da oitava temporada triplicou esse número com apenas três.
Sem o ar de bom moço de Kris Allen, Lambert construiu uma carreira ancorada na irreverência, que lhe rendeu o papel de substituto do lendário Freddie Mercury na turnê comemorativa do Queen.

9. Lee Dewyze (2010)
Talvez o mais apagado de todos os campeões do programa, Dewyze foi coroado vencedor ao bater Crystal Bowersox na final. Lançou seu primeiro álbum pós-"Idol", "Live It Up", em novembro de 2010, mas foi demitido pela gravadora após não fazer o sucesso esperado.
Ao todo, Dewyze assina cinco álbuns, que venderam pouco mais de 300 mil cópias no total. O último, "Frames" (2013), lutou para ultrapassar as 3 mil cópias vendidas.

10. Scotty McCreery (2011)
Pouco versátil, a simpatia e o timbre de McCreery deram ao cantor country o título da temporada, vencendo Haley Reinhart e Lauren Alaina na final.
"Clear as Day", seu primeiro álbum, vendeu 197 mil cópias só na primeira semana. Com ele, McCreery se tornou o primeiro cantor country a estrear em em primeiro nas paradas da "Billboard" com seu disco de estreia.
Seus três álbuns —"Clear as Day", "Christmas With Scotty McCreery" (2012) e "See You Tonight" (2013) - ,venderam 2,6 milhões de cópias.
Atualmente, o cantor deixou a música em segundo plano para estudar na Universidade da Carolina do Norte.

11. Phillip Phillips (2012)
Último vencedor do "Idol" a conquistar relevância na indústria, Phillips ganhou de Jessica Sanchez na final, na qual emplacou "Home" como seu single da vitória, o mais vendido da história do "Idol".
Lançou dois discos: "The World from the Side of the Moon" (2012) e "Behind the Light" (2014), vendendo 2,5 milhões de cópias só nos EUA, de acordo com o "Wall Street Journal".
O cantor veio ao Brasil duas vezes, a primeira em 2013, abrindo a turnê de John Mayer e se apresentando no Rock in Rio, e a segunda no ano passado, para o festival Brahma Valley.

12. Candice Glover (2013)
A cantora fez audições em duas temporadas antes de emplacar na 12ª do programa. Em 2010, chegou à terceira fase da semana em Hollywood. Dois anos depois, foi cortada em Las Vegas após se apresentar com DeAndre Brackensick e Jessica Sanchez, que terminaram em oitavo e segundo lugar, respectivamente.
No programa, focou em grandes vocalistas femininas como Christina Aguilera, Aretha Franklin e Dionne Warwick. Sua temporada marcou a primeira vez em que os cinco finalistas foram só mulheres. Candice sagrou-se vencedora contra a cantora country Kree Harrison.
Seu primeiro álbum, "Music Speaks", foi disponibilizado para pré-venda no mesmo dia em que o programa acabou, mas acabou adiado para outubro de 2013, sendo lançado somente em fevereiro de 2014. Candice promete um segundo disco mais autoral este ano, para o qual compõe todas as canções sozinha.

13. Caleb Johnson (2014)
Johnson tentou vencer o programa três vezes. Na primeira, em 2011, foi preterido pelos jurados, que escolheram James Durbin para avançar à fase ao vivo do reality show. No ano seguinte, foi eliminado no corte de 42 para 24 participantes.
Na 13ª temporada, sua terceira, teve boa recepção entre os jurados e foi o único entre os três finalistas - os outros eram Alex Presto e Jena Irene, que terminou em segundo - a não ficar entre os três participantes menos votados em nenhuma semana.
Teve o lançamento de álbum pós-"Idol" mais rápido da história - "Testify", só três meses após o final do programa -, mas o disco foi um fracasso, vendendo apenas 28 mil cópias.
Johnson enfrentou problemas com a gravadora Interscope (o contrato faz parte do prêmio) e não renovou o vínculo depois de um ano sem divulgação de suas músicas. Em entrevista ao site "Yahoo Music", afirmou ter pago do próprio bolso o clipe do primeiro single, "Fighting Gravity", por não ter o apoio da gravadora.
Em sua página no Twitter, ele prometeu novo single para janeiro e novo álbum em 2016.

14. Nick Fradiani (2015)
A 14ª temporada do reality foi marcada por competidores sem graça: ambos os finalistas, Clark Beckham e Nick Fradiani, apelavam ao estilo batido de interpretação romântica, violão e piano esporádico. Interpretando Ed Sheeran, Stevie Wonder, Maroon 5 e Rod Stewart, o segundo levou a melhor.
Seu primeiro single, "Beautiful Life", foi escolhido como tema da Copa do Mundo de Futebol Feminino. Atualmente, trabalha em seu primeiro álbum, sem data de lançamento.

NA TV
American Idol - Temporada Final
Quando: nesta quarta (13), às 22h, na Sony

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 09/12

HELENA CORREA DE ANDRADE, recém-nascida

MAUÁ DA SERRA 09/12

CLAUDENIR COELHO SOARES, 35 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1883 · 07/12/2016

16 27 28 47 59 60