Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Com aumento de impostos, gasolina tem alta recorde no país, diz ANP

Loading...

ECONOMIA

Com aumento de impostos, gasolina tem alta recorde no país, diz ANP

NICOLA PAMPLONA

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Na primeira semana após o aumento de impostos sobre os combustíveis, o preço da gasolina subiu, em média, 8,22% no país. Foi o maior aumento desde que a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) começou a fazer o levantamento semanal de preços, em 2004.

Os preços do etanol hidratado e do óleo diesel também tiveram alta expressiva, de 8,86% e 5,05%, respectivamente. No caso do etanol, foi a segunda maior da série histórica. Para o diesel, foi a quarta maior.

Segundo a pesquisa divulgada pela ANP na última sexta (29), o preço médio da gasolina no país foi de R$ 3,749 por litro na semana passada, R$ 0,285 acima do praticado na semana anterior.

Em termos percentuais, o maior aumento verificado nas bombas pela agência havia sido de 7,85%, na semana encerrada em 17 de setembro de 2005, refletindo reajuste de 10% promovido pela Petrobras no preço do combustível na semana anterior.

Agora, a alta foi provocada pelo aumento nas alíquotas de PIS/Cofins anunciado pelo governo no dia 20 de julho, com a justificativa de que precisa de reforço de caixa para evitar o descumprimento da meta fiscal.

Para a gasolina, o valor dos impostos dobrou, passando a R$ 0,41 por litro. Para o diesel, subiu a R$ 0,21 por litro e para o etanol, a R$ 0,32 -na semana passada, porém, o número foi revisto para R$ 0,24, para adequar o aumento a limite legal estabelecido para a cobrança dos tributos sobre o combustível.

De acordo com a ANP, o preço do etanol hidratado subiu R$ 0,211 por litro nas bombas brasileiras na semana passada, para R$ 2,592. Em termos percentuais, o aumento só foi menor do que os 8,98% verificados na semana encerrada em 10 de outubro de 2015.

Já o diesel comum teve aumento de R$ 0,147 por litro, para R$ 3,056, na média nacional. Em termos percentuais, a maior alta foi registrada na semana de 17 de setembro de 2005, de 10,24%.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias