Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Setor agrícola gera R$ 3,7 bilhões e cresce 3,2%

Loading...

NORTE DO PARANÁ/TN

Setor agrícola gera R$ 3,7 bilhões e cresce 3,2%

Faturamento da avicultura cresceu 6% na região ano passado | Foto: Sérgio Rodrigo

O setor agropecuário gerou, ano passado,  R$ 3,74 bilhões nos municípios do Vale do Ivaí e região de Apucarana no ano passado. A estimativa do Valor Bruto da Produção (VBP) do setor agropecuário, no qual é calculado o faturamento bruto da atividade foi divulgada semana passada pela Secretaria do Estado do Abastecimento e Agricultura (Seab) e engloba o desempenho dos municípios pertencentes aos escritórios regionais de Apucarana e Ivaiporã.

O faturamento permaneceu praticamente estável nos municípios, em relação a 2015, com uma leve alta de 3,29%. Em 2015, o resultado desses mesmos 29 municípios foi de R$ 3,6 bilhões. 
A evolução tímida está relacionada ao desempenho da soja, que representa a receita principal na maioria dos municípios da região e teve recuo no VBP por causa da quebra causada pelo excesso de chuva da safra de verão e redução dos preços médios da oleaginosa. O faturamento do produto na região foi de aproximadamente R$ 830 milhões em 2016, contra R$ 960 milhões no ano anterior, ou seja, 13,54% de redução. 

Dos 29 municípios nove tiveram retração no VBP de 2016, Califórnia, Kaloré, Sabáudia, Arapuã, Ariranha do Ivaí, Borrazópolis, Rio Branco do Ivaí, São João do Ivaí e São Pedro do Ivaí. Em 2015, o VBP dos oito município somavam quase R$ 962 milhões no ano passado foi aproximadamente de R$ 888 milhões.  De outro lado, a avicultura de corte, que tem fatia importante no VBP regional, cresceu 6,10% nos três maiores produtores da região, Apucarana, Arapongas e Jandaia do Sul. 

O VBP/2016 mostra um valor de mais de R$ 313 milhões. Em 2015, nos três municípios o resultado foi de R$ 295 milhões. O VBP da cana de açúcar oscilou nos cinco maiores produtores da regional. Enquanto em Bom Sucesso, Jandaia do Sul de  e Marumbi houve crescimento no faturamento, em São Pedro do Ivaí  e São João do Ivaí, a receita foi reduzida. 

Destaque para o VBP de leite que contou com um aumento significativo no resultado de 2016. Em Manoel Ribas, que é o maior produtor da região, o valor total somou quase R$ 54 milhões, Jardim Alegre segundo maior produtor o VBP leite atingiu mais R$ 14 milhões. 

Leite em destaque
Ivaiporã também começa a se destacar na cultura leiteira, enquanto em 2015 a produção rendeu para o município R$ 8 mi, no ano passado a receita do produto ultrapassou R$ 13 milhões.  

De acordo com o agrônomo do Deral, Sergio Carlos Empinotti, o desempenho do VBP de 2016 não foi melhor na região principalmente por conta da quebra na produção da soja no ano passado. “A questão climática afetou diversos produtos, especialmente grãos, nas diferentes regiões do estado, e principalmente aqui no Vale do Ivaí”, destaca Empinotti.

Para Empinotti, a quebra na safra da soja e consequentemente a redução no VBP de alguns municípios serve de alerta para a necessidade da diversificação das lavouras. “Na região a maioria dos municípios tem a soja como principal cultura anual, portanto, quase todos tiveram problemas. Mas podemos notar que nos municípios com um pouco mais de diversificação, onde há avicultura, fruticultura, leite e outras culturas, o resultado foi um pouco mais favorável”, completa Empinotti. 

VBP de R$ 546,3 bilhões
Neste ano, por conta do bom desempenho da safra de grãos, a estimativa é que o VBP nacional fique perto de R$ 546,3 bilhões.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias