Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Para presidente do PSDB, governo 'falhou' na reforma trabalhista

Loading...

ECONOMIA

Para presidente do PSDB, governo 'falhou' na reforma trabalhista

TALITA FERNANDES

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE) disse que governo "falhou" ao deixar a oposição vencer nesta terça-feira (20) na votação da reforma trabalhista na CAS (Comissão de Assuntos Sociais) do Senado.

"O governo levou todo mundo para Moscou e esqueceu da votação", disse o tucano. Tasso se referia o fato de tanto o ministro Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) e o líder do PSDB no Senado, Paulo Bauer (SC) terem viajado para a Rússia com o presidente Michel Temer.

A fala do tucano é uma resposta ao ministro Moreira Franco (Secretaria-Geral), que disse mais cedo que a derrota do governo na CAS era culpa do PSDB.

Na visão de Tasso, faltou uma atuação do governo para evitar que o senador Eduardo Amorim (PSDB-SE) se ausentasse na votação desta terça, o que reverteria a votação da reforma na Comissão.

Amorim, um dos votos contrários à aprovação do texto da reforma, já havia avisado ter questões pessoais para se posicionar contra o projeto. Para Tasso, faltou um acordo com o senador para que ele não comparecesse à sessão, abrindo espaço para o voto do suplente.

O relatório do tucano Ricardo Ferraço (ES) foi derrotado na CAS por 10 votos contrários e 9 favoráveis. Contribuíram para o revés do governo, além da negativa de Amorim, a ausência do senador Sérgio Petecão (PSD-AC). Votou no lugar do acriano Otto Alencar (PSD-BA), contrário á reforma.

As críticas de Tasso são corroboradas por Ferraço. Segundo ele, mesmo que a derrota desta terça não implique na tramitação da reforma trabalhista, é uma sinalização muito ruim para o Palácio do Planalto.

"Foi um enorme sobressalto que demonstra fraqueza do governo", disse, acrescentando que o governo não está em condições, devido à crise política, de "gerar informações que possam parecer que está andando de lado".

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias