Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Por videoconferência, ministro tentará reverter embargo da China à carne

Loading...

ECONOMIA

Por videoconferência, ministro tentará reverter embargo da China à carne

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, tentará pôr fim ao embargo da carne brasileira pela China. Uma videoconferência com autoridades chinesas está marcada para as 21h (horário de Brasília) desta segunda-feira (20).

Segundo o Ministério da Agricultura, a China decidiu reter temporariamente as mercadorias brasileiras nos portos do país até que o governo brasileiro apresente explicações mais detalhadas.

Até o momento, não houve deliberação sobre o embargo temporário do Chile. A Coreia do Sul anunciou que decidiu intensificar as fiscalizações de carne de frango importada do Brasil e também baniu temporariamente as vendas de produtos de frango da BRF, maior produtora de carne de frango do mundo. A BRF diz que não foi notificada da decisão.

A Comissão Europeia, braço Executivo da União Europeia, pediu nesta segunda-feira que as autoridades brasileiras suspendam as empresas exportadores investigadas pela Polícia Federal.

A União Europeia também pediu que todos os seus Estados-membros incrementem o monitoramento da carne brasileira que chegue ao bloco econômico -um representante da Comissão Europeia afirmou que isso é de praxe nessas situações.

A UE é um dos principais compradores da carne brasileira -entre os importadores de carne bovina, o bloco lidera ao lado de Hong Kong, China, Egito, Rússia e Irã.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias