Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Órgão do Cade recomenda veto à fusão entre Kroton e Estácio

Loading...

ECONOMIA

Órgão do Cade recomenda veto à fusão entre Kroton e Estácio

RENATA AGOSTINI

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Superintendência-geral do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) recomendou que os conselheiros do órgão vetem a fusão entre Kroton e Estácio.

A operação, avaliada em R$ 5,5 bilhões, foi aprovada em julho pelas duas empresas.

O caso ainda será apreciado pelos conselheiros do tribunal. A decisão, contudo, é um grande revés para as companhias que pretendiam criar uma gigante do ensino superior no país.

De acordo com a superintendência, a união faria com que a nova empresa tivesse participação de mercado elevada ou monopólio em diversos mercados, e os efeitos seriam sentidos em todo o país.

A análise da operação indicou sobreposição na oferta em cursos de graduação e pós-graduação presenciais e à distância, além de cursos preparatórios presenciais e on-line para a prova da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

Para os técnicos, poderia haver impacto nos preços das mensalidades cobradas, redução de incentivos à diversificação, melhoria da qualidade e da inovação no ensino superior.

PROPOSTA

Para afastar restrições à operação, a Kroton e a Estácio elaboraram um plano e apresentaram ao governo e ao Cade.

Ela incluía a venda de operações de ensino a distância e de uma instituição em Santa Catarina, avaliadas em R$ 1 bilhão.

A ideia era vender a UniSEB, instituição de EaD (Ensino a distância) da Estácio com mais de 30 mil alunos e o Centro Universitário Estácio de Santa Catarina, que tem cursos presenciais e a distância.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias