Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Superavit comercial é o melhor para o mês de janeiro desde 2006

Loading...

ECONOMIA

Superavit comercial é o melhor para o mês de janeiro desde 2006

MAELI PRADO

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O superavit na balança comercial foi de US$ 2,72 bilhões em janeiro, um crescimento de 197,8% na comparação com mesmo mês de 2016 pela média diária, que exclui a diferença de dias entre os meses, segundo divulgou o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços nesta quarta-feira (1º). É o melhor resultado do saldo comercial para meses de janeiro desde 2006.

Na comparação com dezembro, o saldo comercial caiu 38,3%.

As exportações somaram US$ 14,9 bilhões no mês passado, um crescimento de 20,6% em relação ao mesmo mês do ano passado e queda de 6,5% em relação a dezembro.

Já as importações totalizaram US$ 12,18 bilhões, alta de 7,3% ante janeiro de 2016 e de 5,7% na comparação com dezembro.

BENS DE CAPITAL EM QUEDA

As importações de bens de capital (máquinas e equipamentos) totalizaram US$ 1,27 bilhões, uma queda de 40,1% na comparação com janeiro de 2016.

Caíram principalmente as compras de outros países de fornos, máquinas para fabricação de celulose, embarcações para transporte de mercadorias, elevadores de mercadorias, pórticos, pontes e guindastes e máquinas para esmagar minérios.

Já as importações de bens intermediários (alimentos e bebidas, insumos industriais e peças, entre outros) cresceram 22,8% entre janeiro deste ano e o mesmo mês do ano passado.

As compras de bens de consumo, como medicamentos, celulares e automóveis, subiram 2,8% na mesma comparação.

BÁSICOS CRESCEM

No caso das exportações de produtos básicos, as maiores altas em relação a janeiro de 2016 foram soja em grão (124,7%), minério de ferro (124,5%) e petróleo em bruto (97,7%).

Para produtos semimanufaturados, cresceram mais açúcar em bruto (112,7%), semimanufaturados de ferro e aço (74,4%) e madeira serrada (32,8%).

No caso dos manufaturados, as maiores altas foram em óleos combustíveis (271,2%), suco de laranja não congelado (251,2%) e veículos de carga (114%).

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 24/02

MARIA DE OLIVEIRA MARICATO, 74 anos
CACILDA LEITE DE SOUZA, 82 anos

IVAIPORÃ 23/02

MARIA JOSÉ PEREIRA, 90 ANOS
MARTA MARIA DA SILVA OLIVEIRA, idade não divulgada
SEBASTIANA RECHE RIBEIRO, 87 ANOS

MEGA SENA

CONCURSO 1906 · 23/02/2017

06 27 33 39 40 60