Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Alibaba apresenta a Trump plano para criar até 1 milhão de vagas nos EUA

Loading...

ECONOMIA

Alibaba apresenta a Trump plano para criar até 1 milhão de vagas nos EUA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente do conselho do Alibaba, Jack Ma, reuniu-se nesta segunda-feira (9) com o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, e apresentou o novo plano do grupo chinês para criar um milhão de pequenos negócios no país para sua plataforma nos próximos cinco anos, afirmou o porta-voz da empresa.

O Alibaba espera que a iniciativa crie um milhão de postos de trabalho nos EUA.

Trump disse a repórteres que teve um "ótimo encontro" e que farão grandes coisas juntos. Ma considerou a reunião "muito produtiva" e chamou Trump de "esperto" e "mente aberta".

"Discutimos principalmente sobre pequenos negócios, pessoas jovens e produtos agrícolas norte-americanos para China. E também achamos que a relação entre EUA e China deve ser fortalecida, e mais amigável", disse Ma.

DESEMPREGO NOS EUA

A criação de vagas de trabalho nos Estados Unidos aumentou menos do que o esperado em dezembro, mas uma recuperação dos salários indica ímpeto sustentado do mercado de trabalho, o que abre espaço para crescimento mais forte da economia e novos aumentos da taxa de juros do país neste ano.

Os EUA criaram 156 mil vagas de trabalho fora do setor agrícola no mês passado, informou o Departamento do Trabalho nesta sexta-feira (6).

Pesquisa da "Reuters" apontava para a criação de 178 mil vagas. Os dados de outubro e novembro foram revisados para mostrar 19 mil vagas a mais do que informado anteriormente. E a economia criou 2,16 milhões de vagas em 2016.

A renda média por hora aumentou em US$ 0,10, ou 0,4%, beneficiando-se de uma questão de calendário, após cair 0,1% em novembro. Isso impulsionou o aumento na comparação anual do salário médio por hora em 2,9%, a maior alta desde junho 2009, ante 2,5% na comparação anual em novembro.

A taxa de desemprego atingiu 4,7%, ante a mínima de nove anos de 4,6% em novembro, à medida que mais pessoas entraram na força de trabalho, sinal de confiança no mercado de trabalho.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias