Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Não há contrassenso em reajuste para PF durante ajuste fiscal, diz Moraes

Loading...

ECONOMIA

Não há contrassenso em reajuste para PF durante ajuste fiscal, diz Moraes

- Atualizado em 18/10/2016 17:15

CAMILA MATTOSO E MARINA DIAS

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, afirmou que apoia o reajuste dos servidores da Polícia Federal, mesmo em meio à política do governo de Michel Temer para cortar gastos públicos.

A votação do projeto estava prevista para acontecer nesta terça-feira (18), mas foi adiada para quarta (19).

Moraes disse que não vê contrassenso em defender o aumento de salários da PF neste momento de ajuste fiscal.

"Sem dúvida [vou apoiar]. Encaminhei essa medida no governo quando assumimos, dia 12 de maio. A questão da PF havia ficado para trás. Ou seja, o governo anterior havia encaminhado todos os projetos mas não o da PF, apesar de fazer parte do mesmo pacote", disse o ministro. "Quando assumimos conversamos com a PF. O presidente Temer encaminhou e espero que seja aprovada."

Temer enviou o projeto para a Câmara dos Deputados no final de julho, com receio de que houvesse uma greve dos policiais, às vésperas do início da Olimpíada do Rio.

O acordo havia sido firmado em maio, ainda com a então presidente Dilma Rousseff.

"Não [vejo contrassenso]. Exatamente por essa questão. O projeto da PF foi discutido por um semestre inteiro com outros projetos. Determinado momento, o governo destacou só a PF e mandou os outros, que já foram aprovados e sancionados. É discussão pretérita, não atual", completou Moraes.

Na segunda-feira (17), o diretor-geral da PF, Leandro Daiello, esteve pessoalmente na Câmara para pedir apoio dos deputados para a aprovação do reajuste.

Segundo ele, foram apresentadas "dezenas de emendas" ao projeto que, se fossem incorporadas, inviabilizariam o aumento para a categoria.

A prioridade do governo Temer é a votação em segundo turno da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que cria um teto para os gastos públicos, prevista para a próxima semana.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 10/12

IZAURA FERREIRA DE ANDRADE, 70 ANOS

ARAPONGAS
CLÁUDIO SILVA, 88 ANOS

IVAIPORÃ
VALDETE CORDEIRO PEREIRA, recém-nascida
MIRIAM PEREIRA DE LIMA, 70 ANOS
CLÓVIS DE ALCÂNTARA BRASIL, 53 ANOS

APUCARANA 09/12

HELENA CORREA DE ANDRADE, recém-nascida

MEGA SENA

CONCURSO 1883 · 07/12/2016

16 27 28 47 59 60